Mais lidas
Esportes

Goleiro leva frango, Grêmio perde e pega Veranópolis nas quartas

.

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - O Grêmio encerrou a fase de classificação do Gaúcho com derrota e graças a uma falha clamorosa de Bruno Grassi. Nesta quarta-feira (29), o tricolor usou time reserva, não criou nenhuma chance de gol e perdeu para o São Paulo-RS, no estádio Aldo Dapuzzo por 1 a 0. Com o resultado, a equipe dirigida por Renato Gaúcho enfrenta o Veranópolis nas quartas de final.

Com 17 pontos em 11 jogos, o Grêmio avança em quarto lugar. Já o São Paulo termina com 12 pontos e escapa do rebaixamento.

A etapa eliminatória já começa no final de semana, com o primeiro jogo no estádio Antônio David Farina. O duelo da volta será na Arena, provavelmente no dia 8 de abril por conta da partida contra o Deportes Iquique-CHI, pela Libertadores.

O goleiro Bruno Grassi fez duas defesas importantes, uma em cada tempo, e era seguro até os 31 minutos do segundo tempo. Foi quando uma bola levantada na área quicou no gramado e passou entre os braços. Livre, dentro da pequena área, ela foi chutada pelo zagueiro do São Paulo-RS.

De volta após empréstimo ao Peñarol, o zagueiro Bressan fez o primeiro jogo desde o retorno. E ganhou a braçadeira de capitão para o jogo em Rio Grande. Mesmo sem nenhuma falha individual, o camisa 22 não conseguiu evitar a derrota decidida por um erro do goleiro Bruno Grassi.

Sem Miller Bolaños e Luan, o sistema ofensivo do Grêmio não chutou nenhuma vez ao gol de Rafael Roballo. As chances mais próximos de gol vieram de bola parada, tanto no primeiro quanto no segundo tempo. Na primeira etapa, Gastón Fernández esbanjou técnica em escanteios. Depois, foi Maxi Rodríguez quem levou perigo em tiros livres. Com a bola rolando, o tricolor sofreu muito para criar.

De olho na sequência de jogos que envolve o Estadual e a Libertadores, Renato Gaúcho escalou um time completamente reserva. Bruno Rodrigo, apresentado oficialmente na terça-feira e que estava no clube há 20 dias fazendo uma pré-temporada particular, ficou no banco.

Everton foi o jogador mais adiantado com a bola, mas sem ela atuava do lado do campo - com Gastón Fernández ocupando a referência para pressionar a defesa. As trocas foram todas no segundo tempo e não alteraram o esquema, o 4-2-3-1 e também não deram mais profundidade e poder de fogo.

O gramado do Aldo Dapuzzo voltou a ser assunto antes de um jogo do Grêmio. Assim como em 2014, o tricolor reclamou o campo. "Trazer a equipe principal para cá seria um suicídio, pelas condições do gramado", disse Renato Gaúcho.

Bem melhor do que no jogo realizado três anos atrás, o gramado ainda assim apresentou desnível. A diferença influenciou no jogo, com mais erros de passes e domínios.

SÃO PAULO-RS

Rafael Roballo; Lara, Cleylton, Diego Rocha e Henrique (Afonso); Dema, Fidelis, Leomir e Chico (Cleiton); Fred (Welder) e Rafael Pilões

T.: Márcio Nunes

GRÊMIO

Bruno Grassi; Leonardo, Thyere, Bressan e Bruno Cortez; Jaílson (Ty), Michel (Arthur), Fernandinho, Lincoln e Gastón Fernández (Maxi Rodríguez); Everton

T.: Renato Gaúcho

Estádio: Aldo Dapuzzo, em Rio Grande (RS) Árbitro: Jean Pierre Lima

Cartões amarelos: Fidelis (SRG); Michel (GRE)

Gol: Cleyton, aos 31 min do 2º tempo

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber