Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Messi é suspenso por quatro jogos por insultar brasileiro

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O argentino Lionel Messi foi suspenso por quatro jogos por insultar o assistente brasileiro Emerson Augusto de Carvalho durante a vitória da sua seleção sobre o Chile por 1 a 0, na quinta-feira (23) em Buenos Aires, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018.

A decisão foi anunciada nesta terça-feira (28) pela Fifa, que passou a investigar a conduta do atacante. De acordo com texto publicado pela entidade, Lionel Messi violou "o artigo 57 do Código Disciplinar ao pronunciar palavras injuriosas contra um árbitro assistente".

O atacante cumpriu seu primeiro jogo de suspensão já nesta terça-feira, quando o time do técnico Edgardo Bauza perdeu para a Bolívia por 2 a 0 em La Paz --os atacantes Juan Arce, ex-Corinthians, e Marcelo Moreno, ex-Cruzeiro e Grêmio, fizeram os gols.

Messi ainda deverá desfalcar a Argentina nos próximos três jogos da sua seleção nas eliminatórias: contra o Uruguai, fora de casa; contra a Venezuela, na Argentina; e com o Peru, também em casa. O jogador só deve voltar a atuar pela seleção na última rodada da competição, quando a Argentina viaja para Quito para enfrentar o Equador, no dia 10 de outubro.

Além da suspensão, o capitão da equipe argentina ainda terá que pagar uma multa de 10 mil fracos suíços (cerca da R$ 31 mil).

"A decisão neste caso é similar a outros casos do Comitê Disciplinar da Fifa. O jogador e a Associação de Futebol Argentina (AFA) foram informados da decisão hoje [terça-feira]", informou a Fifa, através da nota. A AFA deve apelar da suspensão na Corte Arbitral do Esporte (CAS).

CAMINHO PARA A RÚSSIA

A ausência de Messi e a derrota para a Bolívia nesta terça podem complicar a classificação da Argentina para o Mundial de 2018.

A seleção começou a 14ª rodada das eliminatórias sul-americanas na terceira colocação, com 22 pontos. Com a derrota e a vitória da Colômbia sobre o Equador, fora de casa, por 2 a 0, a equipe caiu para a quarta posição, a última que dá vaga para a Copa.

O time, porém, ainda poderia ser ultrapassado pelo Chile, que jogaria contra a Venezuela em casa ainda nesta terça --a partida não havia terminado após o fechamento desta edição. Se vencesse o jogo em Santiago, a seleção chilena chegaria a 23 pontos e deixaria a equipe de Messi na quinta posição. O quinto colocado disputará repescagem contra a seleção campeã das eliminatórias da Oceania por uma vaga na Copa.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber