Mais lidas
Esportes

Negócio com Juventus esfria e Lyanco pode ficar no São Paulo em 2017

.

PEDRO LOPES

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Lyanco esteve perto de acertar com a Juventus, da Itália -a negociação, ao lado da ausência na pré-temporada do São Paulo por compromissos com a seleção brasileira sub-20, foi um dos fatores que levaram Rogério Ceni a deixar o zagueiro de fora da primeira fase do Paulista. A conversa, entretanto esfriou; há outros interessados, mas o jogador pode acabar permanecendo no Brasil.

Pessoas que participam da negociação afirmam que o clube brasileiro tem sido duro nas negociações e pede em torno de 6 milhões de euros, com mais 3 milhões de euros em pagamentos condicionados à performance do zagueiro. A Juventus já tinha até traçado um plano para acelerar a adaptação de Lyanco emprestando o atleta ao Sassuolo, também da Série A italiana.

O principal fator que atrasa as conversas é o desejo do clube brasileiro de contar com uma participação em caso de venda futura de Lyanco, assim como fez na transferência de David Neres para o Ajax, mantendo 20% dos direitos do jogador.

A Juventus não é o único clube interessado no zagueiro: o Torino, e o Atlético de Madri também conversam com o São Paulo -a oferta do Torino é similar à da Juve, mas o estafe do jogador vê no gigante italiano a melhor opção para este momento da carreira de Lyanco.

O esfriamento das negociações e a situação atual da defesa do São Paulo podem levar à permanência do zagueiro, que atuou diante do ABC na última quarta-feira e foi um destaques da partida: o São Paulo vem sofrendo gols há 11 partidas seguidas e tem a pior defesa do Paulista.

Rodrigo Caio e Maicon já sofreram lesões na temporada, e o primeiro é convocado constantemente para defender a seleção brasileira. Lyanco é o único zagueiro no elenco que tem perfil mais técnico para substituir Rodrigo.

O São Paulo volta a campo na quarta-feira, quando encara o Botafogo-SP em Ribeirão Preto.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber