Mais lidas
Esportes

Santos reserva dá conta do recado e goleia com três gols de Bruno Henrique

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Sem os jogadores titulares, poupados por conta da Libertadores, o Santos foi a campo no início da noite deste domingo (12), no estádio Primeiro de Maio, com um time praticamente reserva. Foi o suficiente. Em noite inspirada de Bruno Henrique, a equipe de Dorival goleou o São Bernardo por 4 a 1 com três gols do atacante e um de Rafael Longuine, em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

A vitória deixa o Santos, ao menos temporariamente, na segunda colocação do grupo D, com 13 pontos, a dois da Ponte Preta. O time santista, porém, perderá a vice-liderança da chave caso o Mirassol, que soma os mesmos 13 e tem sete jogos, ao menos empate com o Ituano em duelo que fecha a oitava rodada e será disputado nesta segunda-feira (13), em Mirassol.

O Santos volta agora a concentrar todas as suas atenções na Copa Libertadores, campeonato pelo qual enfrenta o The Strongest, da Bolívia, na próxima quinta-feira (16), na Vila Belmiro.

O JOGO

O Santos tinha mais posse de bola, mas era o São Bernardo que mais assustava no começo do jogo. Foram duas bolas na trave em dois rápidos contra-ataques, primeiro com Walterson, aos 19min, e depois com Marcinho, aos 23min. No minuto seguinte, porém, a resposta do time do litoral foi fatal. Em rebote de chute de Longuini na trave, Bruno Henrique completou. Já no segundo tempo, o São Bernardo voltaria a acertar a trave outras duas vezes.

Depois de oito jogos ficando no banco de reservas, o lateral Matheus Ribeiro, ex-Atlético-GO, finalmente estreou com a camisa do Santos. Porém, seu primeiro jogo ficou marcado por uma falha: ele não se antecipou a Geandro e deixou o jogador do São Bernardo cabecear livre dentro da área para marcar o gol de empate do time da casa (1 a 1).

O pênalti marcado em cima de Bruno Henrique nos acréscimos do primeiro tempo deixou o time do São Bernardo revoltado. O goleiro Daniel desabafou após levar o gol no rebote. "Árbitro sem convicção para apitar. Ele a 15 metros do lance, e o bandeira a 50 metros marcou o pênalti. Ele não tem convicção. O ângulo dele [juiz] era mais favorável", analisou.

Depois de muito tempo sem poder jogar por conta de problemas na documentação, Vladimir fez neste domingo (12) a sua estreia como titular no Santos. E convenceu. Deu duas assistências para gol e saiu ovacionado pela torcida no segundo tempo.

SÃO BERNARDO

Daniel; Braga (Rafael Costa), Edimar, João Francisco e Eduardo; Geandro (Rodolfo), Vinicíus Kiss e Fellipe Mateus; Marcinho (Patrick Vieira), Walterson e Edno. T.: Sérgio Vieira

SANTOS

Vladimir; Matheus Ribeiro, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota (Zeca); Leandro Donizete, Yuri e Rafael Longuine ; Bruno Henrique (Rodrigão), Vladimir Hernández (Thiago Ribeiro) e Kayke. T.: Dorival Júnior

Estádio: Primeiro de Maio, em São Bernardo (SP) Árbitro: Vinicius Furlan

Cartões amarelos: Marcinho (São Bernardo); Yuri (Santos)

Gols: Bruno Henrique, aos 24 e 46min, Geandro, aos 36min do primeiro tempo; Bruno Henrique, aos 2min, e Rafael Longuine, aos 30min do segundo tempo

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber