Esportes

Santos promete virar a chave de má fase para estreia na Libertadores

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A temporada ainda está no começo, mas já no início de março o Santos se depara com um momento decisivo em 2017. Em mau momento no Campeonato Paulista, o vice-campeão brasileiro promete ‘virar a chave‘ para a estreia na Copa Libertadores, quinta-feira (09), no Peru em compromisso que colocará em xeque o planejamento do técnico Dorival Júnior para o ano.

Os santistas estreiam na Libertadores em Lima, diante do Sporting Cristal, atual campeão peruano. Integrantes do Grupo 2, os brasileiros ainda enfrentam na fase de grupos as equipes de Santa Fe (Colômbia) e The Strongest (Bolívia).

Mais além das derrotas em âmbito doméstico, o Santos se preocupa com outras circunstâncias incômodas na temporada. A série de lesões que afetaram jogadores importantes do time titular coincide com a lenta adaptação dos reforços contratados para 2017. Desta forma, o grupo de Dorival Júnior apresenta um amadurecimento mais complexo do que inicialmente se esperava.

No entanto, o Santos promete outra postura para a partida de estreia na Libertadores. Após a derrota por 1 a 0 para o Corinthians, no último sábado (04), os jogadores falaram em confiança no potencial do grupo para o principal desafio da temporada. ‘Acabou que neste ano tropeçamos em times contra os quais não costumávamos tropeçar. Perder para o Corinthians aqui é jogo duro, parelho, pode acontecer. Já ganhamos deles algumas vezes aqui, mas hoje [sábado] não deu. Essa geração bicampeã paulista tem bons resultados, mas vamos fazer de tudo para voos maiores‘, comentou Victor Ferraz, um dos mais experientes do elenco. ‘Temos que ter cabeça no lugar para podermos sair desse momento ruim‘, declarou Thiago Ribeiro. ‘Não podemos deixar isso nos afetar. Agora é trabalhar para começar a Libertadores com o pé direito‘, acrescentou ao atacante.

Ao longo da semana, o lateral Zeca teve vazada uma conversa com torcedores, através de áudio de celular. No diálogo, o campeão olímpico cobrava mais apoio dos santistas que frequentam os jogos da equipe. No sábado, no entanto, o atleta afirmou que o time está devendo um gesto de confiança a seus seguidores. ‘Estamos devendo uma vitória para essa torcida maravilhosa‘, disse Zeca. ‘Nosso time está fechado. Pressão tem, somos time grande, mas não deixamos isso nos afetar‘, acrescentou o lateral.

O elenco do Santos se reapresenta à comissão técnica na manhã de segunda-feira (6). A viagem da delegação para o Peru está marcada para terça-feira (7).

A principal expectativa nos dias que antecedem a estreia na Libertadores é a recuperação de três jogadores considerados fundamentais para o time titular. O volante Renato foi preservado contra o Corinthians, ficando no banco de reservas durante toda a partida, mas deve estar em campo no Peru. A dúvida reside no aproveitamento de Lucas Lima (estiramento no joelho) e Ricardo Oliveira (em recuperação de cortes na orelha).