Mais lidas
Esportes

Com empréstimo, clube vai recuperar valor investido na compra de Hyuri

.

VICTOR MARTINS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Atlético-MG aguarda apenas a assinatura do contrato para confirmar o empréstimo do meia-atacante Hyuri para o um clube chinês. Relacionado para o confronto com a Chapecoense, pela Primeira Liga, o jogador foi cortado da delegação atleticana, que seguiu na manhã desta terça para Chapecó. O meia Marquinhos, da equipe sub-20 do Atlético foi chamado para o lugar de Hyuri.

Tão logo confirme a transferência do meia atacante por empréstimo de um ano para o Chongqing Lifan, o Atlético vai recuperar a quantia que investiu para contratar Hyuri, em janeiro de 2016. Como o meia tinha mais um ano de contrato com o Guizhou Renhe, também da China, o Atlético pagou US$ 1 milhão (cerca de R$ 4 milhões na cotação da época) para tirar o jogador da equipe chinesa.

Mesmo valor que o clube mineiro vai receber para liberar Hyuri agora. O Chongqing Lifan aceitou pagar US$ 1 milhão para contar com Hyuri por apenas uma temporada. Tudo precisa ser acertado ainda nesta quarta-feira, dia em que fecha a janela de transferências para o futebol chinês.

Quando chegou ao Atlético, no começo de 2016, Hyuri assinou contrato por quatro temporadas. Portanto, caso não seja comprado pelo Chongqing Lifan ao término do empréstimo, o meia-atacante vai retornar para a Cidade do Galo com mais duas temporadas de vínculo com o clube mineiro.

A passagem de Hyuri pelo Atlético não foi boa. Em nenhum momento o meia-atacante conseguiu se firmar como titular da equipe. Foram 36 jogos, sendo apenas um na temporada 2017, e quatro gols, todos no ano passado.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber