Mais lidas
Esportes

ATUALIZADA - Sem determinar prazo, Federação afasta árbitro que errou

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O árbitro Thiago Duarte Peixoto, 37, foi afastado por prazo indeterminado pela Comissão Estadual de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF) após errar na expulsão do volante Gabriel, do Corinthians, durante o clássico contra o Palmeiras, realizado na última quarta-feira (22), no Itaquerão, pelo Campeonato Paulista.

De acordo com a entidade, o árbitro "passará por avaliações técnicas, psicológicas e físicas, após atuação no clássico entre Corinthians e Palmeiras, pela 5ª rodada do Campeonato Paulista". A decisão foi tomada após uma reunião na sede da FPF nesta quinta (23).

Peixoto errou ao expulsar o volante Gabriel aos 45 minutos do primeiro tempo. O jogador corintiano, que já tinha o cartão amarelo, não participou da jogada que resultou na falta sobre o atacante Keno, do Palmeiras. No lance, o palmeirense foi puxado pelo volante Maycon, da equipe alvinegra.

Quase duas horas após a partida, Peixoto se pronunciou e admitiu o erro. "Quando levantei a cabeça o Gabriel estava na minha frente e erroneamente o expulsei. Foi um equívoco em um lance pontual e assumo o meu erro. Após a partida, tive um feedback da comissão de arbitragem", disse Peixoto.

Ele afirmou também que foi comunicado por Alessandro Darcie, quarto árbitro, e pelos assistentes Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse que não havia sido Gabriel que tinha dado o carrinho. "Eles acharam que eu estava dando o cartão pela falta do Pablo, mas o cartão foi dado por conta do puxão", afirmou.

Thiago Duarte Peixoto ainda poderá ser suspenso pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva), que analisa o caso. Ele será julgado em um artigo -ainda indefinido- do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A princípio, pode pegar uma suspensão de 30 a 360 dias.

O TJD deve se pronunciar oficialmente nesta sexta-feira (24) sobre a data do julgamento.

Mesmo com um jogador a menos durante o segundo tempo, o Corinthians venceu o seu rival por 1 a 0.

Nesta quinta-feira, o órgão desconsiderou o cartão mostrado pelo árbitro ao volante Gabriel. Com isso, o jogador está liberado para atuar pelo Corinthians contra o Mirassol, no sábado, fora de casa, pelo Campeonato Paulista.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber