Esportes

Tatuado e com jeito de rapper, novo reforço do Vasco coleciona polêmicas na carreira

.

BRUNO BRAZ

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Para quem gosta de personagens que fogem do politicamente correto, Andres "Manga" Escobar, o novo reforço do Vasco, é um prato cheio. Tatuado e com jeitão de rapper em vídeos nas redes sociais, o jovem de 25 anos coleciona algumas polêmicas na carreira.

Em 2015, quando defendia o Atlético Nacional (COL), entrou em um embate com Reinaldo Rueda, até hoje técnico da equipe. Na ocasião, o atacante estava relacionado para uma partida contra o Deportivo Cali e chegou atrasado à concentração. O treinador não gostou do comportamento e o cortou do jogo. Inconformado, Manga não aceitou a situação e, ao perceber que o comandante não mudaria de opinião, pediu demissão do clube e não compareceu mais aos treinamentos.

"O jogador se sentiu desconfortável, não aceitou a decisão e manifestou sua inconformidade. Quando eu disse que não podia aceitar que ele chegasse tarde, ele disse que renunciava. No dia seguinte já não veio treinar", disse Rueda na época ao site colombiano "El Tiempo".

Ano passado, já pelo Millionários (COL), polemizou ao fazer um comparativo entre o futebol colombiano e os dos outros países pelo qual jogou. Andrés teria dito que o país era "totalmente distinto em termos econômicos e institucionais", e que o único clube que "mais se amelhava dos europeus era o Atlético Nacional", justamente o maior rival de sua equipe.

A declaração repercutiu negativamente entre os torcedores do Millionários e, posteriomente, ele culpou a imprensa por, supostamente, distorcer sua fala.

Rapper no Instagram

Em seu Instagram, além de fotos em baladas, Andrés Escobar não se intimida quando mostra seu gosto por hip hop e reggaeton. O colombiano chegou a postar alguns vídeos cheios de estilo cantando suas preferências musicais.

Finalizando exames

Manga já chegou ao Rio de Janeiro acompanhado de seu empresário e está finalizando os exames médicos antes da assinatura de contrato. O jogador estava no Dínamo de Kiev, da Ucrânia.