Mais lidas
Esportes

Bruno Henrique 'dispensa' a 11 e escolhe número para homenagear a mulher

.

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Santos apresentou no início da tarde desta segunda-feira (6) o último dos seis reforços contratados para 2017, e também o mais caro (cerca de R$ 15 milhões): o atacante Bruno Henrique, que estava no Wolfsburf, da Alemanha, e fez nesta manhã o seu primeiro treino com bola junto dos demais companheiros.

Com a aposentadoria de Elano, que virou auxiliar técnico, Bruno Henrique teve a opção de escolher a camisa 11 para jogar, a mesma utilizada por Neymar. Porém, teve outra escolha: homenagear a esposa, pegando o número 27.

"Foi a data do meu casamento, e preferi homenagear minha esposa. Na Alemanha não consegui, mas aqui deu certo. Mas jogador não se faz por camisa. Tem que entrar em campo e demonstrar o seu valor com a camisa que for", disse o atacante.

Com passagens por Cruzeiro, Uberlândia-MG, Itumbiara-GO, Goiás e Wolfsburg-ALE, o jogador de 26 anos chega para disputar posição, especialmente, com Vitor Bueno e Copete, os atuais titulares do Santos que, assim como ele próprio disse, jogam "pelas beiradas".

"Somos uma equipe. Vai existir concorrência, mas Vitor Bueno e Copete fizeram um grande campeonato pelo Santos e fizeram por merecer. Eu cheguei agora e vou procurar meu espaço, sem tirar o espaço de ninguém. Vim para somar e ajudar os companheiros", disse o atacante, sem esconder onde prefere atuar.

"Como sempre joguei, belas beiradas, que é onde eu me saio melhor. Tenho certeza que vou me dar muito bem aqui no Santos", acrescentou.

Já regularizado, Bruno Henrique depende dos treinos da semana e da opção da comissão técnica para fazer a sua estreia já no domingo, contra o Red Bull, no Pacaembu. No que depender dele, porém, Dorival Júnior já pode escalá-lo pelo menos por alguns minutos.

"Eu estava treinando, vinha treinando. É um pouco diferente da Europa, lá é frio, nessa época está nevando, e aqui o sol mais forte, desgasta um pouco, mas durante essa semana vou trabalhar e, se for possível, se o Dorival optar por mim, quero estar dentro de campo para ajudar o Santos", afirmou o atacante.

"100% ainda não estou, mas estou ansioso por vestir essa camisa, por fazer meu primeiro gol. Mas se [Dorival Júnior] optar por eu jogar um pouco, posso corresponder dentro de campo", garantiu Bruno Henrique.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber