Esportes

2 - Ceni pede o retorno de Rogério, do Sport, e lamenta a saída de Neres

.

JOSÉ EDUARDO MARTINS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Rogério Ceni comentou a transferência de David Neres, do São Paulo para o Ajax, da Holanda, por R$ 50 milhões. Preocupado com o desempenho da equipe sem o jovem, o técnico pediu o retorno de Rogério, que está emprestado até maio ao Sport. No entanto, o clube ainda não chegou a um acordo com a equipe pernambucana.

"Desejo muita sorte e felicidade [ao Neres]. Nenhuma crítica. É uma necessidade financeira. Pena que veio na nossa vez. Quando é treinador você quer contar. Mas a parte financeira necessitava. Espero que possamos repor com um jogador de lado de campo. Até pensei nessa possibilidade de trazer o Caíque, mas não vejo ele com semelhança com Neres, até porque ele era um lateral que vem sendo colocado à frente. Imagino que o São Paulo tem um jogador que poderia ser importante que é o Rogério [do Sport]. Mas, pelo o que me foi informado, ele só pode vir em maio. Estamos tentando a operação, mas está difícil. Vamos tentar achar outra saída. Se não, última alternativa pensando em fevereiro é o Lucas Fernandes, que não é de lado de campo", disse Rogério Ceni.

O comandante adotou o mistério como parte de sua estratégia para a partida deste domingo, contra o Audax, na Arena Barueri. O técnico não permitiu a entrada da imprensa durante o treino desta sexta-feira (3), no CT da Barra Funda, nem revelou qual será a escalação do time. O ex-goleiro, aliás, não deve divulgar quem vai utilizar os seus titulares na véspera dos jogos.

"Não tem razão passar para vocês. É algo nosso, interno. Até porque faltam 48 horas para o jogo e pode acontecer muita coisa. Tem treino no sábado, pode ter lesão, mal-estar, não posso te dar a escalação. Mas eles sabem basicamente quem sairá jogando. Temos uma ou duas dúvidas. Vamos testando a cada dia, para quem não jogar no domingo poder jogar na quinta ou no outro domingo", disse Rogério, que não deve fazer improvisações durante o jogo.

"O importante é cada um saber onde vai entrar, a função que vai executar. Isso é o mais importante e o que eu preciso dar para eles. Não posso colocá-los num lugar onde não jogou ou onde não trabalhei", completou o treinador.

Apesar de empolgado com a estreia oficial, o ex-goleiro mantém os pés no chão na hora de avaliar a possibilidade de o São Paulo ser campeão estadual.

"É um copo meio cheio e meio vazio. Como atleta que sempre jogou pelo clube, como treinador e pela grandeza disso aqui, quando cita São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Santos são favoritos. Estão ganhando, com algumas exceções. Audax perdeu apertado [final para o Santos no ano passado]. O Santos formado há algum tempo, o Palmeiras contratou. Nós fizemos R$ 50 milhões (vendendo Neres), e o Palmeiras talvez tenha gasto R$ 30 milhões. Se não acreditar no título, pego o boné e vou embora. Temos muitos jogos pela frente e vamos tentar o melhor com os 23 inscritos no Paulista", afirmou Rogério.

Confira a entrevista de Rogério Ceni nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda:

IDENTIDADE DO TIME

"O torcedor são-paulino quer ver o jogador se doando ao máximo, mesmo sendo o início de temporada, com quatro semanas de preparação. Nenhum jogador fez 90 minutos, com a exceção do Rodrigo Caio, mas vamos tentar fazer o nosso melhor. Mesmo não tendo o mando de jogo. Vamos dosar o ritmo de treino hoje (sexta-feira) e amanhã (sábado) para eles terem um ritmo forte contra o Audax."

INGRESSO A R$ 100 EM BARUERI

"Não tenho o que falar sobre ingressos, somos o clube visitante. Não escolho nem no São Paulo o preço, então seria indelicado da minha parte sugerir preço a eles. Eles me mandariam tomar conta do meu time. Cada um escolhe o seu. E o torcedor pode ter paciência para ir aos jogos no Morumbi. Por outro lado, se têm condições financeiras, podem ir à Arena Barueri. É algo particular, não posso reclamar."

INCENTIVO DE AMIGOS

"Muita gente mandou mensagens antes do jogo contra o River Plate... Raí, Zetti, o Bordon me visitou outro dia no CT. Tem o grupo de WhatsApp dos campeões mundiais de 2005 e todos sempre me incentivam, desde o anúncio, até a estreia e o título da Florida Cup. Eles já se acostumaram e agora cabe a gente alcançar resultados."

TÁTICA CONTRA O AUDAX

"Quando você tem um sistema de jogo bem definido, é o rival que se adapta a ele, não o contrário. Claro que tem um pequeno ajuste, mas o que treinamos desde o primeiro amistoso será usado. Tem a variação para três zagueiros com o Rodrigo Caio, mas é um sistema definido, que continua o mesmo. Não faria sentido treinar por três semanas e mudar em dois dias, mesmo com um adversário que joga diferente dos rivais. Eles jogam com pouca pressão, a cobrança é nossa, mas espero que a gente tenha sucesso."

EQUIPE ESTÁ MADURA?

"Depende do final dos 90 minutos. Se a gente ganhar, estaremos maduros para vocês. Se a gente perder, a resposta será não. Estamos preparados para, quando tivermos condições ideais, ter um bom rendimento. Mas foram apenas quatro semanas de trabalho perto de um Dorival Júnior, por exemplo. Aqui temos muitos jovens e jogadores novos de casa. Sou fã incondicional dos caras com quem eu trabalho, gosto muito da entrega deles e confio no trabalho aplicado a eles. Eu confio muito na capacidade de cada um deles."

RODRIGO CAIO

"É um menino muito inteligente, por quem tenho uma admiração muito grande pelo caráter e pelo entendimento de jogo. Ele não faz um volante mesmo, ele é um jogador que entra entre os zagueiros e sai para o jogo. O Tite o chama para ser zagueiro pela esquerda, mesmo na seleção principal, que é a posição que ele mais gosta. Mas tudo é para agregar conhecimento para ele. Por que não atuar como o Casemiro joga no Real Madrid e na seleção e é tão elogiado? Ele está adquirindo conhecimento, mas não significa que eu não vá usá-lo na linha de quatro. Tem desenvoltura para exercer qualquer função, bom passe, boa visão, bom jogo aéreo. Mesmo jovem, mostra muita experiência. É uma das figuras que mais confio no meu time."

JEJUM NO PAULISTÃO

"Título é importantíssimo. Ganhamos o Paulista, depois Libertadores e Mundial [em 2005]. Depois vieram os Brasileiros. Toda conquista dá confiança para acreditar que você pode chegar mais longe. É muito importante a conquista do Paulista. Mas só um vai ser campeão. Espero que sejamos nós, mas temos competidores à altura. Para olhar bem de frente. Mas vamos batalhar por isso."

ANSIEDADE PELA ESTREIA

"Todo dia que acordo é o mais importante da minha vida. Quando o tempo passa, não é a hora que passa, é a minha vida. Domingo, quando chegar, será o mais importante, e será assim a cada dia. Até porque não sabemos até quando vamos viver. Agradeço e fico feliz a cada dia, com disposição e alegria."