Mais lidas
Esportes

Trump me fez um alienígena, diz campeão que nasceu na Somália

.

SÃO PAULO, SP

(UOL/FOLHAPRESS) - O corredor britânico Mo Farah criticou neste domingo (29) a política adotada pelo presidente americano Donald Trump de impedir a entrada de refugiados islâmicos nos EUA.

Nascido na Somália, Farah corre o risco de não poder entrar nos EUA, onde mora. Isso porque os cidadãos do país, de maioria muçulmana, podem ser impedidos de desembarcar em território americano. Trump alega querer minimizar a ameaça terrorista. Imigrantes de Síria, Iraque, Irã, Sudão, Líbia e Iêmen também deverão ser barrados na fronteira dos EUA nos próximos 90 dias

"No dia 1º de janeiro, a Rainha [da Inglaterra], me fez cavaleiro da realeza. No dia 27, Donald Trump parece ter me tornado um alienígena", escreveu Farah numa rede social.

Farah é o maior vencedor do atletismo britânico. Tem quatro medalhas de ouro olímpicas.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber