Esportes

Vitória surpreende o Cruzeiro e vence por 1 a 0 fora

Da Redação ·

Jogando diante da sua torcida, em Ipatinga, o Cruzeiro precisava neste domingo de um triunfo para alcançar o G-4. Mas o Vitória foi mais objetivo e venceu por 1 a 0 fora de casa, em partida válida pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

continua após publicidade

Com o resultado, a equipe do técnico Toninho Cecílio chegou aos 20 pontos, em 11.º lugar na tabela de classificação. O Cruzeiro, que jogou com o terceiro uniforme - com camisas amarelas -, permanece com 21 pontos e com o revés caiu da quinta para a oitava posição. Foi a primeira derrota do time celeste como mandante neste Brasileirão.

continua após publicidade

O técnico Cuca apostou numa formação mais ofensiva, promovendo a estreia do jovem meia Jones, de 21 anos, contratado junto ao América-RJ. A ideia era que ele reforçasse a armação com o argentino Montillo, mas a dupla não funcionou. O ataque celeste foi pouco municiado e, apesar do domínio da partida, permitiu que o adversário criasse chances de gol.

continua após publicidade

Aos 43 minutos, o time baiano quase abriu o marcador num chute de longe do lateral Eduardo Diniz, que obrigou Fábio a fazer uma grande defesa.

"Passes de cinco metros a gente está errando, aí complica o jogo", reclamou o atacante Thiago Ribeiro no intervalo.

continua após publicidade

Como Jones não correspondeu, o experiente Roger voltou do intervalo no lugar do jovem armador. O Cruzeiro retornou com mais disposição ofensiva e acuando o adversário no seu campo. Antes dos cinco minutos foram três finalizações, mas todas para fora do gol de Viáfara.

continua após publicidade

O time mineiro, contudo, cedeu espaços ao Vitória. Aos oito minutos, o atacante Júnior acertou um chute forte e fez 1 a 0, sem chances para Fábio. O gol desarticulou a equipe de Cuca, enquanto o time baiano insistia na correria de Júnior, que quase ampliou, aos 14.

continua após publicidade

O treinador do Cruzeiro tentou arrumar o setor defensivo mudando o esquema tático para o 3-5-2. Mesmo desorganizado, o time da casa foi em busca do empate, mas continuou deficiente nas finalizações. Aos 30 minutos, o atacante Wellington Paulista perdeu um gol debaixo das traves.

Logo depois, num reflexo do nervosismo dos jogadores, Thiago Ribeiro insistiu em reclamar com o árbitro Francisco Carlos Nascimento e acabou expulso. No final, o zagueiro do Vitória Anderson Martins agrediu Wellington Paulista e também recebeu o cartão vermelho.

continua após publicidade

Mais na vontade do que na técnica, o Cruzeiro brigou até o fim pelo empate, mas deixou o Ipatingão debaixo de vaias e com a quinta derrota na competição nacional.

continua após publicidade

Pela próxima rodada do Brasileirão, o time mineiro volta a jogar em casa. Desta vez em Uberlândia, a equipe recebe o vice-líder Corinthians na quarta-feira. O Vitória, por sua vez, pega o Guarani na quinta, no Barradão.

continua após publicidade

Ficha técnica:

Cruzeiro 0 x 1 Vitória

continua após publicidade

Cruzeiro - Fábio; Rômulo (Caçapa), Gil, Edcarlos e Diego Renan (Walysson); Fabrício, Henrique, Jones (Roger) e Montillo; Thiago Ribeiro e Wellington Paulista. Técnico: Cuca.

continua após publicidade

Vitória - Viáfara; Eduardo Diniz, Reniê, Anderson Martins e Egídio; Vanderson, Ricardo Conceição, Henrique (Soares) e Bida; Elkeson (Renato) e Júnior (Gabriel). Técnico: Toninho Cecílio.

continua após publicidade

Gol - Júnior, aos oito minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Fabrício (Cruzeiro); Soares e Ricardo Conceição (Vitória).

Cartões vermelhos - Thiago Ribeiro (Cruzeiro); Anderson Martins (Vitória).

Árbitro - Francisco Carlos Nascimento (AL).

Renda - R$ 166.086,00.

Público - 10.191 pagantes.

Local - Estádio Ipatingão, em Ipatinga (MG).