Mais lidas
Esportes

Reunião entre Corinthians e representantes de Jadson termina sem definição

.

DIEGO SALGADO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A tentativa de o Corinthians trazer Jadson de volta ao clube ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira (27). E, por ora, sem final feliz. A reunião entre o clube alvinegro e representantes do atleta terminou sem definição.

De acordo com pessoas próximas ao jogador, alguns pontos ainda emperram o retorno do meio-campista ao Corinthians. O maior deles é o tempo de contrato: o clube fez uma proposta de dois anos, enquanto Jadson quer três anos de vínculo.

O cenário pode, inclusive, causar divergência nos salários do jogador. Durante a semana, as partes já haviam se acertado quanto a isso: Jadson receberia o mesmo salário de 2015, R$ 450 mil, além de R$ 3 milhões de luvas diluídas ao longo do contrato.

O jogador de 33 anos ainda tem o Corinthians como plano A porque leva em consideração o desempenho mostrado sobretudo na temporada 2015. Além disso, desde que ele rescindiu com a China somente o clube paulista fez proposta.

O Grêmio mostrou interesse pelo meio-campista, mas o contato ficou parou na sondagem, sem formalização de proposta. Mais dois clubes, São Paulo e Atlético-MG, também procuraram seus representantes, sem avançar nas tratativas.

A contratação de Jadson tem a aprovação do treinador Fábio Carille, que faz planos de utilizar o reforço como meia pelo lado direito, exatamente como o jogador desempenhou na conquista do Brasileirão 2015.

Até o momento, o Corinthians já oficializou sete contratações para 2017: Pablo, Paulo Roberto, Fellipe Bastos, Gabriel, Luidy, Jô e Kazim. Além deles, tem acerto concretizado com Willian Pottker, que permanece na Ponte Preta para o Paulistão e chega ao clube no Brasileiro.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber