Esportes

Brasil vence Polônia com facilidade e garante 1ª posição

Da Redação ·
 Sheilla faz 15 pontos e é fundamental para nova vitória da seleção brasileira
fonte: Alexandre Arruda/CBV
Sheilla faz 15 pontos e é fundamental para nova vitória da seleção brasileira

Na madrugada deste domingo (22), a seleção brasileira feminina de vôlei venceu a Polônia por 3 sets a 0, parciais de 25-16, 27-25 e 25-16, e garantiu a primeira posição da fase classificatória do Grand Prix. A partida foi disputada em Taiwan e deixa o Brasil em boa posição para as finais.

continua após publicidade

A partida valia o primeiro lugar na fase classificatória. E, apesar de, na prática, isso não significar nenhuma vantagem nas finais, o Brasil chega com moral à China para as partidas decisivas. A série contra os cinco melhores adversários do torneio começa na quarta-feira (25).

continua após publicidade

Após passar as últimas partidas fazendo diversos testes, José Roberto Guimarães começou o confronto deste domingo com a formação considerada titular: Fabíola, Sheilla, Jaqueline, Mari, Fabiana, Thaísa e Fabi como líbero. E foi justamente assim que a equipe verde-amarela fechou o primeiro set com facilidade.

continua após publicidade

Na segunda etapa, a Polônia decidiu reagir e chegou a ter 18 a 15. Foi aí que as meninas mostraram que começam a seguir um dos pontos-chave do sucesso da seleção masculina: a capacidade de os jogadores do banco entrarem em alto nível. Zé Roberto antecipou a inversão 5-1 e, com Dani Lins no saque a Natália no ataque, o Brasil virou o jogo.

Lins entrou bem também no levantamento e o Brasil chegou ao set point, mas dois erros seguidos de saque desperdiçaram a oportunidade e as polonesas é que ficaram a um ponto de empatar a partida. Zé então voltou com Fabíola e Sheilla e as brasileiras conseguiram finalizar a etapa.

continua após publicidade

A vitória deu moral ao time verde-amarelo, que com sua formação titular não tardou a abrir grande vantagem no placar na terceira parcial. Com as rivais praticamente entregues, Paula Pequeno, Adenízia e Sassá ganharam uma chance após o segundo tempo técnico, quando as campeãs olímpicas chegaram a estar dez pontos à frente.

continua após publicidade

O time apresentou uma queda de rendimento e obrigou o técnico a parar o jogo, mas a diferença era tão grande que não chegou a ameaçar o êxito brasileiro, obtido em um erro de saque da Polônia.

Um dos destaques do Brasil na fase classificatória, Sheilla terminou a partida como a maior pontuadora, com 15 acertos. Destaque ainda para o bom aproveitamento do bloqueio verde-amarelo: 14 pontos, 12 deles divididos entre a própria oposta e as centrais Fabiana e Thaísa.