Esportes

Santos põe data para definir futuro de cinco jogadores

.

SAMIR CARVALHO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Santos espera fechar o ciclo de contratações com a chegada do atacante Bruno Henrique, ex-Goiás e que atualmente defende o Wolfsburg, da Alemanha. Depois disso, o clube só investirá em oportunidades de mercado, principalmente se aparecer um zagueiro barato e mais um atacante.

Enquanto não fecha o elenco, o técnico Dorival Júnior reavalia a situação de cinco jogadores que estão na berlinda –casos de Rodrigão, Alison, Rafael Longuine, Lucas Otávio e Lucas Crispim, estes dois últimos foram para o time B.

Dorival pediu para que a diretoria não negocie estes jogadores até que ele avalie a condição técnica de cada um e, principalmente, se precisará realmente deles após a chegada de cinco reforços (Kayke, Leandro Donizete, Vladimir Hernandez, Matheus Ribeiro e Cleber), e a possível contratação de Bruno Henrique.

O prazo para a avaliação deve durar até poucos dias antes do fechamento do mercado do futebol brasileiro.

A diretoria fala a mesma língua em relação a três deles, pois a "dupla de Lucas", rebaixada para o time B, está na mira dos dirigentes para ser emprestada. A Chapecoense era o alvo da cúpula alvinegra, mas Dorival vetou por enquanto.

No entanto, a verdade é que o quinteto não está garantido no clube para esta temporada. Rodrigão já não é visto como indispensável, pois a diretoria santista trouxe Kayke para fazer "sombra" a Ricardo Oliveira.

Alison está na mira da diretoria para renovar contrato, pois o presidente Modesto Roma não quer perder o investimento que fez para comprar os direitos econômicos do jogador no início de 2015. Mas o atleta não enche os olhos de Dorival Júnior, que conta com vários volantes no elenco e considera Alison o menos técnico deles. O santista chegou a ser oferecido ao Corinthians em uma troca por Marquinhos Gabriel, recusada pelo rival.

Atualmente, além de Alison, Dorival conta para a posição de volante com Thiago Maia, Renato, Leandro Donizete,Yuri,Yan, Fernando Medeiros e Léo Cittadini, este último também é visto como meia no clube.

Rafael Longuine quase não atuou com Dorival na temporada passada e tem contrato somente até maio deste ano. Caso não ganhe espaço no Campeonato Paulista, ele deixará o clube sem retorno financeiro. Vale ressaltar que o Santos já recusou emprestar o ex-meia do Audax para outros clubes, inclusive de Série A, caso do Coritiba.