Esportes

Desacordo financeiro atrasa anúncio de Kayke, mas Grêmio mantém otimismo

.

MARINHO SALDANHA

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - Kayke esteve em Porto Alegre na terça-feira (3). O cronograma ideal era chegar, realizar exames, assinar contrato e ser anunciado. Porém apenas dois destes tópicos foram vencidos. Por um desacordo financeiro sobre cláusula de compra, assinaturas e anúncio ainda não aconteceram. Mas o tricolor segue otimista.

O problema se dá para eventual cláusula de compra após o primeiro ano, em que ele atuará no Grêmio por empréstimo. Como a totalidade dos vencimentos cairá na folha do tricolor a partir da compra -para 2018- tal situação já precisa estar acordada previamente.

Segundo a direção do Grêmio, é uma situação que pode ser resolvida entre o jogador e o clube japonês, ou entre o Grêmio e o jogador. É algo que tem solução e não chega a ameaçar o acordo.

"Não creio que isso possa fazer a negociação cair. Vai demorar um pouco, só", disse o vice de futebol Odorico Roman.

A eventual demora se dá também por conta do fuso-horário. A diferença de horário e expediente entre Brasil e Japão, já que ele tem vínculo com o Yokohama Marinos, atrapalha a agilidade do acordo.

Com 28 anos, Kayke tem acordo salarial fechado com o Grêmio. Foi aprovado nos exames e depende apenas dessa barreira para ser oficializado.

FERNANDEZ

Enquanto isso, o Grêmio caminhou bastante na negociação com o uruguaio Gabriel Fernandez. O atacante de 22 anos deve ter 70% dos direitos comprados e ser oficializado ainda na próxima semana.