Esportes

Internacional é bi-campeão da Libertadores

Da Redação ·
Internacional é bi-campeão da Libertadores
fonte: Imagem ilustrativa
Internacional é bi-campeão da Libertadores

 O Inter venceu o Chivas por 3 a 2 na quarta-feira (18) à noite e conquistou o bicampeonato da Copa Libertadores diante de sua torcida, que lotou o estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Quatro anos após a primeira conquista continental, que aconteceu em 2006, o Colorado volta a comemorar a conquista da América.

continua após publicidade

Com gols de Rafael Sóbis e Leandro damião, que substituiu o atacante, o Inter virou pra cima dos mexicanos venceu a partida. Um empate já bastava aos gaúchos, que haviam vencido o jogo de ida no México por 2 a 1. O Inter já estava classificado para o Mundial de clubes da Fifa, que será disputado em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, em dezembro. Só que agora, chega no torneio como campeão da América do Sul.

A partida começou muito truncada. Sem Alecsandro, que sentiu contusão e foi vetado pouco antes da partida, Rafael Sóbis ficou com a missão de comandar o ataque Colorado. Logo aos oito minutos, o atacante deu trabalho à defesa mexicana. Sóbis ganhou de Luna na corrida e foi derrubado pelo mexicano, que levou o amarelo.

continua após publicidade

Apesar do início corrido, o Inter pouco fez na primeira etapa. E, aos 42min, o Chivas fez o gol que daria o título aos mexicanos. Fabián acertou um lindo chute da entrada da área e colocou o time visitante na frente.

Na saída para o intervalo, Tinga resumiu o que o Inter precisava no segundo tempo.

- Tem que fazer dois gols. Não tem outro jeito.

continua após publicidade

No primeiro tempo, o Inter chutou muito pouco ao gol adversário, contrariando o que o técnico Celso Roth havia pedido antes da partida. Foram apenas três finalizações no primeiro tempo contra o gol do Chivas.

Na segunda etapa, o técnico Celso Roth não fez substituições, mas reposicionou o time e pediu mais finalizações. O pedido deu certo logo nos primeiros minutos.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Taison avançou pelo meio e chutou de bico. A finalização pegou o goleiro de surpresa, mas mesmo assim ele conseguiu fazer a defesa. Menos de dois minutos depois, outra finalização, de D'Alessandro, também foi defendida por Luis Michel.

continua após publicidade

Aos 16min, o Inter fez o gol de empate. Kléber avançou pela esquerda e cruzou para a área. Rafael Sóbis se antecipou ao goleiro e tocou de bico para o gol: 1 a 1. O fato estranho após o empate foi ver o atacante comemorar sozinho o gol. Nenhum companheiro correu para abraçá-lo, como é comum no futebol.

A virada aconteceu aos 31min. Leandro Damião, que havia acabado de entrar, avançou pelo meio e bateu firme na saída do goleiro do Chivas: 2 a 1.