Esportes

Após 'era Muricy', clube foi o que mais trocou de técnico entre os rivais

Da Redação ·
Após 'era Muricy', clube foi o que mais trocou de técnico entre os rivais - Foto: Divulgação
Após 'era Muricy', clube foi o que mais trocou de técnico entre os rivais - Foto: Divulgação

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O São Paulo é o time que mais troca de técnico, entre os quatro grandes de São Paulo. Pelo menos tem sido assim nos últimos anos.

continua após publicidade

De 2006 a 2009, o São Paulo conseguiu manter a estabilidade no comando técnico da equipe e passou por um dos períodos mais gloriosos de sua história, conquistando o Campeonato Brasileiro por três vezes consecutivas, com Muricy Ramalho.

Desde então, o clube trocou o comando da equipe 17 vezes, e conquistou apenas o título da Copa Sul Americana, em 2012.

continua após publicidade

O São Paulo teve 11 treinadores desde o título brasileiro de 2008. Milton Cruz, ex-assistente técnico, assumiu o time em sete intervalos entre trocas de treinadores, seis delas como interino.

Com a saída de Edgardo Bauza do São Paulo para assumir a seleção argentina, confirmada nesta segunda (1), o time chegará ao menos à sua 18ª troca caso o próximo treinador já assuma a equipe antes do jogo contra o Santa Cruz, no domingo (7), em Recife. Bauza ainda comandará a equipe nesta quinta (4), contra o Atlético-MG, às 19h30, no Morumbi.

Nesses sete anos e meio, o time tricolor foi também o que teve menos conquistas entre os rivais do Estado.

continua após publicidade

O Corinthians foi o clube que teve menos treinadores e que menos trocas fez. O time alvinegro teve apenas cinco treinadores diferentes em sete trocas. Fabio Carille ficou como interino apenas duas vezes.

No período, o time foi o mais vitorioso entre os quatro rivais. Conquistou, uma Libertadores, um Mundial, uma Recopa Sul-Americana, dois Brasileiros, uma Copa do Brasil e dois Paulistas.

O Santos foi o segundo mais vitorioso e o segundo que menos fez trocas no comando da equipe. Foram 13, com nove treinadores diferentes. No rol de conquistas, uma Libertadores, uma Recopa Sul-Americana, uma Copa do Brasil e cinco Paulistas.

continua após publicidade

Na sequência vem o Palmeiras, com 15 trocas entre dez treinadores diferentes e títulos em duas Copas do Brasil.

O São Paulo ainda não definiu quem será seu novo treinador. Nesta terça (2) o diretor-executivo de futebol do clube, Gustavo Vieira de Oliveira, afirmou que tenta encontrar um nome até domingo (7).

"Já temos algumas ideias que fomos obrigados a amadurecer até pelo que poderia acontecer com o Bauza. Já estamos debatendo internamente. Precisamos definir o perfil, a postura de trabalho. Já estamos no trabalho de filtragem dos nomes. Será um processo cuidadoso, até porque sabemos que nosso torcedor já está ansioso", disse.