Esportes

Corinthians quer revanche contra Flamengo

Da Redação ·
 Ronaldo treina com o elenco, mas segue de fora da equipe, que enfrenta o Flamengo no Pacaembu
fonte: José Patrício/AE
Ronaldo treina com o elenco, mas segue de fora da equipe, que enfrenta o Flamengo no Pacaembu

A palavra está proibida no Parque São Jorge, mas o sentimento de revanche, não. Hoje, mais de três meses após a eliminação nas oitavas de final da Copa Libertadores, na noite de 6 de maio, com inútil vitória por 2 a 1, o Corinthians volta a receber o Flamengo, no Pacaembu. Neste domingo, às 16 horas, sob a alegação de que é necessário retornar à liderança do Campeonato Brasileiro - hoje com o Fluminense -, o time parte para cima dos rivais com três atacantes.

continua após publicidade

Dentinho volta após cumprir suspensão e herda a vaga de Bruno César, suspenso. Jorge Henrique e Iarley devem ser os companheiros, com Defederico como opção. Os quatro atacantes sabem que a partida - segunda sob o comando de Adílson Batista - é de vital importância para seguir no time titular. Ronaldo volta na próxima rodada e apenas dois, ou mesmo um, entre os quatro, seguirá na equipe. Isso pelo fato de o técnico ter gostado de jogar com Ralf, Jucilei, Elias e Bruno César no meio.

Como é de praxe, Adílson não revela se usará os três atacantes, apenas por tê-los utilizado nos trabalhos da semana. "Trabalhei com a formação de três atacantes duas vezes. Mas usei uma outra também, com o Danilo. Vou deixar o Rogério Lourenço (técnico do Flamengo) pensando um pouquinho lá. Tenho ideia do que vamos colocar em campo e vamos pensando. A formação com três atacantes já foi trabalhada aqui, observei as imagens, e pode ser usada sem problema algum", declarou o treinador.

continua após publicidade

Contra o Palmeiras, sem Dentinho, suspenso, Adílson começou com Iarley e Jorge Henrique. Depois, mudou para o 4-3-3, que os corintianos tanto gostam, com entrada de Defederico.

O argentino anda com o ânimo renovado e, apesar de meia no Huracán, sabe que agora terá de lutar por vaga na frente. Bruno César ganhou a camisa 10 e virou intocável. Hoje, suspenso, não atua. Mas Jorge Henrique voltou a jogar bem e Iarley cresceu nas últimas partidas.

Num Pacaembu que deve receber bom público, a ordem é buscar o primeiro lugar. "Os times têm de reagir rápido, pois o futebol é muito dinâmico. Precisamos esquecer (a Libertadores), vivenciar o presente, saber que estamos em outra competição. Agora, nossa situação é um pouco melhor do que a do Flamengo no Brasileiro e vamos buscar a liderança", disse Adílson. Para isso, se faz necessário uma vitória aliada a um tropeço do Fluminense, com um ponto a mais, diante do Grêmio, no Sul.

continua após publicidade

"Neste momento, só pensamos em voltar à liderança", enfatizou o lateral-esquerdo Roberto Carlos, outro que também retorna após cumprir suspensão no clássico, sendo sutil para não falar de "vingança". Não fala, mas manda recado aos rubro-negros, hoje em campo de azul e amarelo (terceiro uniforme). "Eu ainda não perdi no Pacaembu. Lá, não perdemos faz tempo."

Na temporada, são 16 vitórias e 3 empates no estádio. No Brasileiro, como mandante, o Corinthians ganhou todos os jogos. E é neste retrospecto que o time se agarra para seguir entre os melhores. "Nossa meta é a de vencer em casa e pontuar fora. Empatamos com o Palmeiras, agora, é ganhar do Flamengo", disse Elias logo após o 1 a 1 no clássico de domingo passado contra o Palmeiras, também no Pacaembu, mas com mando do rival.

CORINTHIANS X FLAMENGO

continua após publicidade

Corinthians - Júlio César; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei e Elias; Dentinho, Jorge Henrique e Iarley. Técnico: Adílson Batista.

Flamengo - Marcelo Lomba; Léo Moura, Jean, Ronaldo Angelim e Juan; Fernando, Willians, Kleberson e Petkovic; Val Baiano e Cristian Borja. Técnico: Rogério Lourenço.

Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR).
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).
Horário: 16 horas.
Transmissão: PPV.
Rádio: Eldorado/ESPN - AM 700 / FM 107,3.