Esportes

Palmeiras goleia o XV de Piracicaba e afugenta crise

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nesta quinta-feira (25), o Palmeiras venceu o XV de Piracicaba por 4 a 1 no estádio Barão de Serra Negra, no interior de São Paulo, e, mais importante, mostrou avanços na adaptação ao novo esquema tático implementado nas últimas partidas pelo técnico Marcelo Oliveira.
Os principais jogadores do Palmeiras foram o meia Robinho, autor de três assistências, e o atacante Gabriel Jesus, que marcou dois gols. Com a vitória, a equipe chegou aos nove pontos e tornou-se líder do Grupo B, à frente de Ituano (8) e Ponte Preta (6).
O primeiro tempo seguiu o mesmo roteiro da série de cinco jogos sem vitórias pela qual passava o Palmeiras: erros de passes, jogadores distantes, dificuldade em manter a posse de bola. Candidato ao rebaixamento, o XV de Piracicaba disputava a partida de igual para igual.
Antes do intervalo, Robinho, que foi para o banco de reservas contra o River Plate (URU) pela Libertadores, cobrou escanteio, e Vitor Hugo, de cabeça, colocou o Palmeiras em vantagem.
Mal começou o segundo tempo e a equipe se aproveitou dos espaços dados pelo adversário, que precisava se arriscar para empatar.
Gabriel Jesus fez seu primeiro gol ao desviar cruzamento de Alecsandro. O gol de Rivaldinho, filho do pentacampeão, pouca diferença fez.
Duas assistências precisas de Robinho encaminhariam o jogo à sua definição. Na primeira, Alecsandro bateu com força, no canto. Na segunda, o meia lançou de trás do meio de campo, Gabriel dominou e, de fora da área, encobriu o goleiro.
XV DE PIRACICABA
Bruno Brígido; Daniel, Fábio Sanches, Heitor e Julinho; Magal, Clayton, Gerson Magrão (Patrick) e Gilsinho (Henrique Santos); Fabinho e Rivaldinho (Aloísio)
T.: Narciso
PALMEIRAS
Fernando Prass; Lucas (Arouca), Roger Carvalho, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos, Jean e Robinho; Dudu (Allione), Gabriel Jesus e Alecsandro (Cristaldo)
T.: Marcelo Oliveira
Estádio: Barão de Serra Negra, em Piracicaba
Árbitro: Thiago Luís Scarascati
Gols: Vitor Hugo, aos 41 min do 1º tempo; Gabriel Jesus, a 1 e aos 20, Rivaldinho, aos 6, e Alecsandro, aos 16 min do 2º tempo
Cartões amarelos: Lucas e Jean (P)
Público: 10.836 pagantes
Renda: R$ 453.950,00