Esportes

Schumacher pede perdão a Barrichello e aceita punição

Da Redação ·
Schumacher pede perdão a Barrichello e aceita punição
fonte: Agências
Schumacher pede perdão a Barrichello e aceita punição

Um dia depois da polêmica manobra para tentar impedir a ultrapassagem de Rubens Barrichello no GP da Hungria de Fórmula 1, o heptacampeão mundial Michael Schumacher se desculpou nesta segunda-feira com o brasileiro e aceitou a punição imposta pelos comissários - perderá dez posições no grid de largada da próxima corrida, na Bélgica.

continua após publicidade

O incidente ocorreu já no final da prova, quando os dois ex-companheiros de Ferrari brigavam pela décima colocação. Barrichello tentava ultrapassar o alemão quando quase foi prensado contra o muro. Ainda assim, evitou o acidente e conseguiu a ultrapassagem.

continua após publicidade

Depois da corrida de domingo, Schumacher chegou a defender sua manobra. Mas voltou atrás nesta segunda-feira e reconheceu o equívoco. "Logo após a corrida, eu estava no calor da ação, mas depois assisti à cena novamente e devo dizer que os comissários estão certos. A manobra contra Rubens foi muito agressiva", escreveu o alemão em seu site oficial.

continua após publicidade

Schumacher ainda se desculpou com o brasileiro, que demonstrou irritação com a manobra do ex-companheiro. "Não quis prejudicar Rubens. Se ele ficou com esse sentimento, então me desculpe. Essa nunca foi a minha intenção", avaliou.

No domingo, Barrichello havia duramente criticado o alemão. "Tenho muita experiência e, geralmente, diante de um louco como esse, eu ficaria longe. Mas não hoje, definitivamente não", declarou Barrichello, em entrevista ao canal espanhol La Sexta. "Parar por três anos e voltar para fazer uma coisa dessas é algo de que não precisávamos".