Esportes

Estou feliz no Palmeiras, mas temos que engrenar, diz Marcelo Oliveira

.

CAMILA MATTOSO E EDUARDO RODRIGUES
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O empate sem gols contra o Santos neste sábado (20) parece não ter sido uma ameaça para o cargo de Marcelo Oliveira.
O técnico, que está sendo contestado por parte da torcida por não conseguir dar um padrão de jogo ao time para esta temporada, mostrou-se tranquilo na equipe alviverde após o resultado no Allianz Parque.
"Estou muito feliz. O Palmeiras dá todas as condições de trabalho. Agora precisamos ajustar, engrenar. Hoje era uma grande oportunidade de dar uma desabrochada de vez", disse o técnico palmeirense.
Após Marcelo ter falado publicamente que o zagueiro Leandro Almeida seria afastado do time titular por um erro no jogo contra o São Bento, muito se disse que o grupo queria a saída do treinador.
No entanto, Marcelo Oliveira fez questão de elogiar o time na coletiva de imprensa após o jogo.
"Falam muito do grupo do Palmeiras, e eu sempre repito que é um grupo realmente de qualidade. Não tenho uma queixa em relação a treinos, entrega", completou.
O resultado deixa a equipe alviverde na liderança do grupo B do Campeonato Paulista, com seis pontos, mas pode acabar a rodada na terceira posição dependendo dos resultados.
Apesar do resultado não ter sido dos melhores, podendo colocar a equipe em uma situação delicada no torneio, o técnico palmeirense elogiou o espírito da equipe.
"Esperávamos mais. Conversamos isso com os jogadores. Mas o espírito, achei muito bom, com os jogadores dedicados, competindo. A parte técnica é que poderia ser melhor. Tivemos contra-ataques, era só controlar melhor, sem ansiedade", finalizou.
O Palmeiras volta a campo na próxima quinta-feira (25), quando enfrenta o XV de Piracicaba pelo Estadual.