Esportes

ATUALIZADA

.

GUILHERME SETO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No clássico deste domingo (14), assim como no 6 a 1 em novembro de 2014, o zagueiro Lucão, do São Paulo, voltou a ser o protagonista negativo na derrota por 2 a 0 de sua equipe para o Corinthians, com falhas em ambos os lances de gol.
Após a partida, o técnico Edgardo Bauza elogiou o jovem jogador, de 19 anos, e pediu que a torcida não o critique em excesso.
"Não vamos crucificar o Lucão e nem a torcida cairá em cima dele. Todos cometem erros. Ele teve a má sorte de cometer um erro que custou o primeiro gol do rival. Mas é um jogador jovem, com muito futuro. Esse tipo de coisa vai ajudá-lo a crescer. Estou seguro de que o ajudará futebolisticamente", disse o técnico argentino.
Bauza disse que tentou tranquilizar o atleta após o primeiro tempo, quando ele tentou recuar para o goleiro Denis e deixou Lucca sozinho para marcar o primeiro gol do Corinthians.
"Dei confiança no intervalo. Um erro não pode acabar com o restante do jogo. Falei para ele se apoiar no grupo. Creio que fez um bom segundo tempo."
De toda forma, o técnico disse que ainda conta com a contratação de mais um zagueiro para a disputa da Libertadores.
"A diretoria está tentando, porque três zagueiros que temos hoje [Rodrigo Caio, Lucão e Lyanco] têm a possibilidade de ir para as seleções juvenis. Não podemos ficar sem zagueiros, então tentaremos somar mais um ao elenco nos próximos dias", concluiu,
A vitória manteve o Corinthians na liderança do Grupo D, com 100% de aproveitamento, ou seja, 12 pontos em quatro partidas. No Grupo C, o São Paulo permanece com quatro pontos em três jogos e está na 3ª colocação.
Pela Libertadores, o São Paulo recebe o boliviano The Strongest, às 19h30, no estádio do Pacaembu, na quarta-feira (17). Já o Corinthians mede forças com o Cobresal no mesmo dia, às 21h45 (horário de Brasília), no Chile.