Mais lidas
Esportes

São Paulo sai na frente, mas cede empate em estreia no Paulista

.

GUILHERME YOSHIDA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mesmo com um gol do meia Ganso ainda no primeiro tempo, o São Paulo não fez uma boa etapa final e cedeu o empate por 1 a 1 para o Red Bull na noite deste sábado (30), em Campinas, na sua estreia no Campeonato Paulista.
Este foi o primeiro gol sofrido no ano pelos comandados do técnico argentino Edgardo Bauza, que não viu a equipe ser vazada nos dois jogos-treino da equipe e na partida amistosa contra o Cerro Porteño, do Paraguai.
Com o resultado, o time do Morumbi somou o primeiro ponto no Grupo C, enquanto a equipe do interior paulista obteve a mesma pontuação pela Chave D.
Agora, a equipe são-paulina vai se preparar para o jogo de ida da fase preliminar da Libertadores, contra o Universidad Cesar Vallejo, no Peru, na quarta-feira (3). Pelo Estadual, o time do Morumbi volta a campo no próximo sábado (06), contra o Água Santa, no estádio do Pacaembu.
O JOGO
Mesmo com muitas dificuldades na saída de bola e na criação das jogadas pelo meio, o São Paulo conseguiu ser melhor no primeiro tempo e criou as melhores chances de gol antes do intervalo.
Antes de abrir o placar, no entanto, o time do Morumbi sofreu muito com a forte marcação pressão e os contra-ataques do Red Bull. Em contrapartida, sempre levou perigo à grande área adversária quando apostou na velocidade de Centurión e Michel Bastos, que atuaram abertos pelos lados.
Apesar da boa atuação individual dos seus meias, as melhores oportunidades ofensivas são-paulinas surgiram em jogadas de bola parada. Primeiro, logo aos 4min, Breno aproveitou cobrança de falta de Michel Bastos e mandou a bola na trave do Red Bull em bela cabeçada.
Depois, já aos 43min, após escanteio do lado direito, Ganso se antecipou à zaga adversária e, na altura da primeira trave, desviou de cabeça para fazer 1 a 0.
O Red Bull voltou para a etapa final com uma postura mais ofensiva, trocando mais passes no campo de ataque e forçando as jogadas pelas laterais. Já o São Paulo, recuado, apostou nos contragolpes, que não aconteceram.
Com isso, o time da casa teve mais presença ofensiva e rondou a grande área são-paulina com frequência. Aos 21min, Willie chegou a acertar o travessão do goleiro Denis.
E, de tanto pressionar, o Red Bull chegou ao empate em um lance confuso da arbitragem. O árbitro marcou pênalti após o zagueiro Lucão puxar a camisa do centroavante Roger em jogada de escanteio, mas advertiu o volante Hudson pela infração.
Na sequência, o mesmo Roger cobrou forte e selou o empate aos 25min.
Nos minutos finais, o treinador argentino Bauza ainda tentou buscar a vitória com a entrada de Rogério na vaga de Ganso. Mas, sem sucesso.
RED BULL BRASIL
Saulo; Everton Silva, Willian Magrão, Dráusio e Willian Rocha; Luan (Maylson), Nando Carandina e Thiago Galhardo; Igor Sartori (Willie), Misael (Maxwell) e Roger. T.: Maurício Barbieri
SÃO PAULO
Denis; Bruno, Rodrigo Caio, Breno (Lucão) e Eugenio Mena; Thiago Mendes, Hudson e Paulo Henrique Ganso (Rogério); Michel Bastos, Alan Kardec e Centurión (Carlinhos). T.: Edgardo Bauza
Gols: Paulo Henrique Ganso, aos 44min do 1ºt; Roger, aos 25min do 2ºt
Cartões Amarelos: Luan, Roger e Thiago Galhardo (RB); Paulo Henrique Ganso, Breno, Alan Kardec, Hudson e Lucão (SP)
Árbitro: Marcelo Rogério
Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber