Mais lidas
Esportes

Africanos são favoritos na 54ª Prova Pedestre 28 de Janeiro

.

Foto: José Luiz Mendes
Foto: José Luiz Mendes

Como tem acontecido nos últimos anos, principalmente pelo naipe masculino, os atletas africanos são os favoritos para a corrida de 10 quilômetros da 54ª edição da Prova Pedestre 28 de Janeiro, em Apucarana, competição que ocorrerá hoje, a partir das 20 horas, com largada defronte a Caixa Econômica Federal, na Praça Rui Barbosa. Antes, às 19 horas, será dada a largada da corrida de 5 quilômetros. São 2.698 atletas inscritos na categoria adulto.

Os africanos Joseph Panga, Natalia Sulle, Carolyne Komen, Dawit Admasu e Willian Kibor são as principais atrações na “28” | Foto: Sérgio Rodrigo

Pelo naipe masculino na corrida de 10 quilômetros, são cotados para ficar no lugar mais alto do pódio o etíope Dawit Fikadu Admasu, o queniano Willian Kibor e o tanzaniano Joseph Panga. O primeiro atleta foi campeão da Corrida Internacional de São Silvestre em 2014; o segundo tem o título na Meia Maratona de Verona na Itália no ano passado, e o terceiro em 2015 ficou em primeiro lugar no Circuito da Caixa, etapa de São Paulo. Os três africanos integram a equipe Coquinho Fila/Bioleve e são agenciados e treinados por Moacir Marconi, o Coquinho. Correm por fora em busca da primeira colocação na corrida apucaranense os brasileiros Damião e Cosme Ancelmo de Souza, da Marinha/Bradesco Seguros-RJ; Alessandro de Souza, de São José dos Pinhais; Fernando Alex Fernandes, da equipe Acorremar de Maringá, e Elessandro Aparecido de Oliveira, de São Paulo. 

Com domínio dos africanos nos últimos quatro anos, o último brasileiro a vencer a “28” foi o brasiliense Clodoaldo da Silva em 2011. Depois venceram a corrida de 10 quilômetros o tanzaniano Nelson Mbuya (2012); o queniano Mark Korir (2013), o etíope Fikadu Dinbushe (2014) e o também queniano Edwin Rotich (2015). No naipe feminino, prova de 10 quilômetros, vão lutar pela primeira posição a queniana Carolyne Komen, campeã das maratonas da China, São Paulo e do Rio de Janeiro; e a tanzaniana Natalia Sulle, campeã da meia maratona da Tanzânia e da maratona em seu país. Elas também defendem a equipe Coquinho Fila/Bioleve.  Quem deve brigar com elas pelo título da prova é a paranaense Joziane da Silva Cardoso, da equipe Pé de Vento-RJ. Bicampeã da “28” em 2011 e 2014, Joziane na última Corrida Internacional de São Silvestre obteve o quinto lugar, sendo a segunda melhor brasileira classificada em São Paulo.

Os campeões da prova de 10 quilômetros (masculino e feminino) vão ganhar R$ 4 mil cada, mais troféus. Na corrida de 5 quilômetros, os destaques são Anoé Dias, e os mourãoenses Tcharles Calcanha e Wellerson Fidélis. O primeiro competidor foi terceiro colocado na São Silvestre de 2007.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber