Esportes

Sampaoli deixa comando de seleção do Chile

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A federação de futebol do Chile anunciou nesta terça-feira (19) que chegou a um acordo com o técnico argentino Jorge Sampaoli para por fim ao trabalho dele na seleção.
De acordo com a entidade, o acordo prevê que Sampaoli não receberá valores a que tinha direito por férias e premiações, como a da Copa América vencida pelos chilenos em julho de 2015.
Ainda segundo o comunicado, ele se comprometeu a pagar uma quantia não especificada pela rescisão.
O presidente da federação, Arturo Salah, afirmou que com o acordo poderá se dedicar à prioridade da entidade. "Fazer todo o possível para que o Chile se classifique à Copa da Rússia em 2018."