Esportes

Eliminado da São Silvestre, corredor de 56 anos agora alega falha em chip

.

PAULO ROBERTO CONDE
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - José Aparecido Gonçalves protagonizou um resultado inacreditável na quinta-feira (31), ao terminar os 15 km da São Silvestre na 22ª posição, segundo a organização da prova. Detalhe: ele tem 56 anos.
Na tarde desta segunda (4), a colocação do veterano corredor de São Joaquim de Bicas (MG) foi contestada pelo diretor-geral da prova, Julio Deodoro. E em entrevista ao blog de Eduardo Ohata no UOL --empresa do Grupo Folha, que edita a Folha de S.Paulo--, Deodoro disse que Gonçalves havia “furado” o caminho.
No final do dia, o nome e o tempo de Gonçalves foram eliminados da classificação final.
À Folha de S.Paulo, o corredor disse em um primeiro momento que fez o percurso completo. Após sua eliminação, ele mudou um pouco a versão e afirmou que foi vítima de uma falha no chip que registra o tempo.
“Eu realmente fiz o percurso completo, porém iniciei a prova antes dos demais participantes. Além disso, meu chip não foi registrado na largada nem no decorrer da competição. Portanto, somente registrei a chegada. Provavelmente essa classificação foi uma falha no registro do chip”, defendeu-se, por meio de mensagem.
Gonçalves também disse que não trapaceou e que não tinha maiores ambições além de participar do evento. “Sou corredor amador e não participo da São Silvestre com intuito de concorrer a qualquer tipo de premiação.”