Esportes

Bruninho admite brigar por vaga com Marlon e Ricardinho

Da Redação ·
 Bruno assumiu a posição de levantador titular da seleção brasileira, mas vê sua posição ameaçada pelo reserva Marlon e o craque Ricardinho
fonte: googleimagens.com
Bruno assumiu a posição de levantador titular da seleção brasileira, mas vê sua posição ameaçada pelo reserva Marlon e o craque Ricardinho

A convocação da seleção brasileira de vôlei para o Campeonato Mundial, que será disputado em setembro, promete polêmica nas duas vagas de levantador. Enquanto o restante da equipe vive um momento de renovação – aspecto bastante elogiado na campanha do nono título da Liga Mundial, conquistado no último domingo (25) -, esta posição pode fazer o caminho inverso e contar com dois veteranos no próximo torneio.

continua após publicidade

Bruno Rezende, de 24 anos e atual titular do Brasil, reconhece que seu posto está ameaçado. O bom desempenho do reserva Marlon, que completou 33 na última terça-feira (27), nas finais da Liga Mundial balançaram o favoritismo do jovem levantador na preferência do técnico Bernardinho.

continua após publicidade

De outro lado, Ricardinho, de 34 anos, é cotado para retornar à seleção brasileira no Campeonato Mundial. O jogador, considerado o melhor do país na posição, está afastado da equipe há três anos, desde uma briga ainda não inteiramente explicada com Bernardinho.

Com três fortes nomes no páreo, Bruno admitiu ao R7 que a preferência do treinador permanece um mistério.

continua após publicidade

- Levantadores vão sempre dois. Não sei o que vai acontecer, se virá alguém pra seleção ou não.

continua após publicidade

Se depender do desempenho de seus clubes, Bruno – que é filho de Bernardinho – sai na frente dos demais. O atleta é o atual tetracampeão da Superliga de vôlei, tendo conquistado o troféu de melhor levantador nas três primeiras conquistas. Ricardinho foi recentemente contratado pelo Vôlei Futuro, enquanto Marlon defende o Brasil Vôlei. Contudo, as duas equipes não tiveram bom desempenho na competição passada.

continua após publicidade

Apesar da boa fase, Bruno perde no quesito experiência, só tendo assumido o posto de titular do Brasil na última temporada. O levantador se mostrou confiante que continuará na equipe para o Campeonato Mundial, mas defende a convocação dos jogadores que estiverem melhor.

- Tem que ir quem tiver melhor naquele momento. Vamos torcer e fazer com que quem for chamado esteja tranquilo e confiante para realizar o trabalho.

O elenco brasileiro descansa nesta semana e se reapresenta na próxima segunda-feira (2) para iniciar os treinos para o Mundial. Com poucos dias de folga, Bruno disse que prefere não se preocupar com a lista final dos convocados para amenizar a ansiedade.

- O importante é trabalhar sem pensar nisso. Mas claro que a gente sempre quer estar lá [na seleção].