Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Novo reforço corintiano, Alan Mineiro revela luta contra a balança

.

DASSLER MARQUES
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Alan Mineiro, ex-Bragantino, se apresentará ao Corinthians no próximo dia 6 de janeiro. Mas, em visita recente ao clube para assinatura de contrato válido por três anos, recebeu um alerta: cuidado com o corpo durante as férias.
Aos 28 anos, o jogador que anotou 12 gols na última Série B alcança o primeiro grande clube da carreira. Para quem conhece Alan de perto, e atesta seu potencial e boa conduta, a luta contra o peso foi um obstáculo em alguns momentos da trajetória. Algo que, ele assegura, ficou para trás.
"Eu tive esse problema mesmo em um ano. Fiquei praticamente um ano parado [2009], então é normal acontecer isso. Todo jogador precisa se cuidar nas férias e tenho que chegar bem porque é uma grande equipe. Fizeram comentários sobre isso, mas nada a ver, tanto que joguei bem no Bragantino e na Ferroviária", argumenta o jogador à reportagem.
A menção feita por Alan Mineiro é ao período mais difícil da carreira, quando deixou o Atlético-PR e não conseguiu clube para dar sequência. Na época, o jogador chegou a trabalhar como servente de pedreiro. Mas foi sob o comando do treinador Wagner Lopes, em dois clubes diferentes, que a história mudou. Em 2011, no Paulista de Jundiaí, e em 2015, pelo Bragantino.
Recentemente, Wagner fez um alerta sobre a receita de sucesso para Alan Mineiro dar certo no Corinthians. "Ele [Alan] tem um potencial de finalização muito grande. Tem uma movimentação inteligentíssima, é um jogador tático, técnico. E eu falo sempre pra ele: 'Alan, o único porém é você estar bem fisicamente. É você cuidar do seu percentual [de gordura]. Tem de chegar lá sequinho, fininho, cara'. Ele tem a tendência que todo mundo sabe", declarou sobre a balança.
Para Alan Mineiro, esse não será um problema. Ele se diz determinado desde o início de 2015. Em todos os clubes que passei, fiz bastante gol, coloquei que esse ano teria que fazer algo a mais em um campeonato de visibilidade. Eu jogava bem no Paulista, na Copa Paulista, mas não tinha sequência no segundo semestre. Fui para o Bragantino que revela muitos jogadores, é uma grande equipe no cenário nacional. Coloquei na cabeça que seria meu ano e faria diferente para as coisas acontecerem, era a última chance de alcançar um grande clube".
"Então acho que aconteceu no momento certo. Se tivesse acontecido aos 22 anos, eu não teria a cabeça e a maturidade que tenho hoje. Estou preparado para enfrentar a pressão que é jogar no Corinthians, pela grandeza do clube", acrescentou o jogador, escalado para a pré-temporada nos Estados Unidos.
Em negociação viabilizada com o empresário Nílson Moura, da Art Sports, o Corinthians investiu R$ 1 milhão e adquiriu 70% dos direitos econômicos de Alan Mineiro, que receberá aumentos progressivos de salário ao longo do contrato: R$ 60 mil no primeiro ano, R$ 70 mil no segundo e R$ 80 mil em 2018.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber