Mais lidas
Esportes

CEO de Abilio Diniz é demitido pela segunda vez no São Paulo

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O São Paulo demitiu pela segunda vez em dois meses o CEO Alexandre Bourgeois. O clube ainda não confirma oficialmente, mas, assim como o técnico Doriva, ele será desligado nos próximos dias.
A reportagem apurou que a diretoria considerou Bourgeois culpado por vazamento de informações para a imprensa.
Ele havia sido demitido pela primeira vez no dia 10 de setembro, pelo ex-presidente Carlos Miguel Aidar, que mais tarde renunciaria em meio a denúncias de corrupção.
O executivo, então, foi recontratado pelo novo mandatário, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. No entanto, a situação de Bourgeois, indicado pelo empresário Abilio Diniz, nunca foi das mais confortáveis.
"[Bourgeois] ainda não tem a afinidade necessária e desejável para que essa conjunção se dê de forma positiva", chegou a declarar Leco antes de assumir a presidência.
O retorno dele ao clube foi considerado inevitável pela diretoria, já que Bourgeois foi considerado uma figura fundamental na crise política que culminou com a renúncia de Aidar.




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber