Mais lidas
Esportes

Campeã mundial volta a ser modelo e diz que crise dificulta patrocínio

.

MARCEL MERGUIZO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As equipes para os Jogos Olímpicos já começaram a ser formadas. Não apenas pelos mais de 200 países que terão representantes no Rio, em 2016, mas também por empresas, com seus times de atletas patrocinados.
Outra seleção que está sendo formada desde julho deste ano é o da maior agência de modelos do mundo: a Ford Models. A empresa criou há cerca de quatro meses uma divisão de marketing esportivo no Brasil para gerir a imagem de atletas de alto rendimento visando a ações publicitárias e eventos.
A mais recente contratação da Ford Sports é a campeã mundial de vôlei de praia Ágatha Bednarczuk, 32. Ao lado de Bárbara Seixas, ela conquistou o ouro na Holanda, em julho, e ambas já estão confirmadas como representantes do país na Rio-2016.
"Em relação à carreira de modelo, tenho certeza que é consequência da conquista da vaga. A Ford Models com certeza tem interesse na parceria com atletas vencedores. Sabendo que estou na Olimpíada, a porta se abriu. Talvez tenham visto fotos minhas, mas a porta se abriu por causa dessa conquista", disse Ágatha à reportagem, após posar para as fotos de divulgação na semana passada.
Apesar da vaga na Rio-2016 confirmada cerca de um ano antes dos Jogos e o contrato com a agência de modelos, Ágatha afirma que a situação econômica atual do país influencia negativamente na busca por patrocínios.
"Vou ser muito sincera, o Brasil está em um momento de crise e não está fácil. Desde que soube da conquista da vaga, a gente fechou apenas um co-patrocínio. A gente está lutando em busca de patrocinadores, mas mesmo com a vaga garantida não conseguiu fechar grandes propostas. Está em conversação, está com projetos espalhados, com empresa de marketing, mas realmente está difícil", afirma a atleta paranaense.
Se surgirem novos convites para desfilar e ser fotografada, Ágatha não terá problemas, pois é algo que treinou durante sua pré-adolescência.
"Quando eu era mais nova, bem novinha mesmo, em Paranaguá (PR), tinha desfile de miss, concurso e sempre achei legal. Já desfilei, já tirei foto, mas passei muito tempo sem fazer isso. Fiz um book com meu marido antes do casamento. Depois, com 30 anos, fiz outro, como jogadora, e está sendo super legal voltar a esse mundo como uma esportista, não como modelo. Fico mais feliz ainda", explica.
Assim como os outros 16 atletas da agência, Ágatha tem contrato até o fim de 2016. O acordo pode lhes render captação de patrocínios, presença em eventos, palestras, etc. E ela tem muito o que dizer sobre 2015, quando ao lado de Bárbara conquistou seu primeiro Grand Slam, ganhou a Copa do Mundo, torneio abaixo apenas das Olimpíadas, e ainda conseguiu fechar o ano como campeã do circuito mundial.
"Este ano com certeza foi o ano mais incrível da minha carreira. A gente teve conquistas maravilhosas. E é um ano muito importante, pois você entra na Olimpíada já com respeito dos outros times. A gente sabe que vai ser estudada para caramba. Os times vão entrar com tudo para ganhar da gente. Mas a gente vai treinar muito e estudar muito os outros times", conclui Ágatha.
Os outros contratados da agência são: Alejo Muniz (surfe), Andre Brasil (natação paraolímpica), Camila Brait (vôlei), Carol Albuquerque (vôlei), Diego Hypolito (ginástica artística), Edmilson (futebol), Fabiana (vôlei), Giba (vôlei), Giovane (vôlei), Hugo Hoyama (tênis de mesa),João Victor Oliva (hipismo), Marcelo Chierighini (natação), Maurren Maggi (atletismo), Minotauro (MMA), Natalia Gaudio (ginástica rítmica) e Rafael Luz (basquete).

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber