Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Corintiano leva mulher palmeirense para 'final' em Itaquera

.

GABRIELA PANCHER
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O empresário Flávio da Silva Almeida, 39, não lembra exatamente quantos jogos do Corinthians já acompanhou no estádio. Estima que sejam mais de 700 presenças na arquibancada. A última aventura foi em Belo Horizonte, contra o Atlético-MG, no domingo (1°), quando acompanhou a vitória de sua equipe por 3 a 0.
A partida pela 33ª rodada do Brasileiro colocou frente a frente os dois primeiros colocados da competição e teve gostinho de final para Flávio. "Foi fabuloso. Ver seu time massacrar o outro na casa dele, jogando do jeito que jogou e com uma vitória convincente", conta.
A paixão de Flávio é tamanha que ele consegue carregar até a mulher, Anna Carolina, que é palmeirense, para as partidas do clube alvinegro. "Ela é pé quente e é família. Como os filhos são corintianos, ela torce junto".
A professora de 33 anos do Senac Santana (SP) conta que o esforço é válido para ver a família unida. "Só não me peça para por camisa porque sou palmeirense de verdade", ela afirma.
Anna Carolina conta que o estranhamento foi grande no início do relacionamento. "Sou de família palmeirense. Era bem Romeu e Julieta", ela brinca, citando o filme "O Casamento de Romeu e Julieta". Na comédia de Bruno Barreto, o corintiano Romeu (Marco Ricca) se passa por palmeirense para se aproximar da fanática Julieta (Luana Piovanni), apesar da desaprovação das famílias.
"Mas fui super bem recebida pelos amigos e vou de boa. Já fui até grávida no estádio", diz.
Quando as duas equipes se enfrentam, porém, fica cada um na sua torcida. Entre as famílias e os amigos, a história do casal já é motivo de brincadeira. "Ele mostra minha carteirinha de Fiel Torcedor [sócio-torcedor do Corinthians] para todo mundo. E eu tenho que ficar convencendo todos de que sou palmeirense", conta Anna Carolina.
O principal companheiro de arquibancada de Almeida agora tem sido o filho Guilherme, 9. A primeira partida dele foi logo aos cinco meses de vida. De lá para cá, o pai já conta cem idas do pequeno aos estádios. A caçula da família também estreou aos cinco meses na torcida. Aos três anos, Theodora já se diz corintiana e levanta a voz se alguém diz que ela é palmeirense.
TODAS AS FINAIS
Após perder a oportunidade de ver o bicampeonato mundial do Corinthians, em 2012, contra o Chelsea no Japão, Almeida planeja estar em todas as decisões "para o resto da vida".
"Em 2012, acabamos marcando uma viagem para a Disney. Fiquei maluco. Decidi que nunca mais perderia uma final. Caso não seja campeão contra o Coritiba, vou para São Januário ver o jogo contra o Vasco".
Das principais decisões que presenciou, o empresário lembra a final da Libertadores de 2011, contra o Boca Juniors. "Fui para Buenos Aires sem ingresso e consegui comprar lá para assistir em La Bombonera. Foi incrível".
Na final do Paulista de 1995 contra o Palmeiras, ele comemorou a vitória por 2 a 1 dentro de campo. E deu até volta olímpica com a taça na mão. "Eu invadi o campo, né", conta aos risos. "Foi uma coisa errada", acrescenta.
Para este sábado, o paulistano está muito otimista. Prevê uma goleada de 5 a 0. "O Corinthians está voando. Tem um padrão de jogo que nenhum time no Brasil tem. Renato Augusto e Jadson estão um pouco acima, mas a equipe é fantástica e é tudo graças ao Tite, que montou um grupo forte", afirma.
Neste ano, o empresário lamenta apenas o fato de os jogos de Corinthians e Atlético-MG não serem simultâneos nas próximas rodadas. A equipe paulista enfrenta o Coritiba no sábado (7), enquanto o time mineiro entra em campo no domingo (8), contra o Figueirense.
Se vencer, o Corinthians ainda precisa aguardar o resultado do Atlético para confirmar a conquista. "Vai ficar um título engasgado. Seria legal comemorar e já fazer a festa. No domingo, eu vou assistir o jogo [do Atlético-MG] sozinho. Aí vou soltar fogos, pegar minha bandeira e fazer minha festa", diz.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber