Esportes

Maradona deixará a seleção, dizem jornais argentinos

Da Redação ·
Maradona disse que se um integrante de sua comissão fosse tirado, ele não renovaria o contrato com a seleção. Perdeu a queda de braço
fonte: Foto Getty Images
Maradona disse que se um integrante de sua comissão fosse tirado, ele não renovaria o contrato com a seleção. Perdeu a queda de braço

Maradona não aceitou as imposições do presidente da AFA (Associação de Futebol da Argentina) e deixará o comando da seleção argentina, garantem os principais jornais do país vizinho nesta terça-feira (27). O anúncio da não renovação do contrato do treinador será feito nesta terça, após a reunião do conselho executivo da AFA, afirmam os periódicos.

continua após publicidade

De acordo com as publicações argentinas, o impasse foi criado quando Maradona disse, publicamente, que se qualquer integrante de sua comissão técnica fosse demitido ele sairia. Além disso, o ex-camisa 10 afirmou que, para renovar o contrato, pediria que Ruggeri, ex-jogador e amigo de Maradona, se juntasse a sua equipe de auxiliares, o que não agradou o presidente da AFA, Julio Grandona – que não tem boa relação com o escolhido do treinador.

continua após publicidade

Segundo o jornal Olé, Maradona e Grandona tiveram uma reunião na segunda (26) e o mandatário da seleção argentina disse que gostaria de renovar o contrato do técnico, mas que não aceitaria a permanência de algumas pessoas de sua comissão, entre elas Mancuso, braço direito do treinador, mas que tem problemas de relacionamento com o cartola argentino.

continua após publicidade

Conhecido por sua ironia e bom humor, o Olé termina a nota que fala da saída de Maradona da seleção dizendo que o comandante foi deixado nu no Obelisco, o monumento onde o treinador prometeu ficar pelado caso a Argentina vencesse a Copa do Mundo.

Substitutos?


Alguns nomes de possíveis substitutos de Maradona já aparecem nas publicações argentinas. Carlos Bianchi, ex-treinador do Boca, é um dos cotados. Além dele, Marcelo Bielsa, que dirigiu o Chile na Copa da África do Sul, também é comentado.