Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Brasil tem pior GP do ano, com abandono de Nasr e Massa em 17º

.

TATIANA CUNHA
SUZUKA, JAPÃO (FOLHAPRESS) - O GP do Japão marcou neste domingo o pior final de semana da temporada da F-1 para a dupla de pilotos brasileiros no grid da categoria.
Felipe Nasr abandonou a prova em Suzuka a quatro voltas da bandeirada, enquanto Felipe Massa cruzou a linha de chegada numa sofrível 17ª posição. Lewis Hamilton venceu a prova, seguido por Nico Rosberg e Sebastian Vettel.
O pior final de semana para eles até aqui havia sido o do GP da Hungria. Na ocasião, Massa completou a prova em Hungaroring no 12º posto, enquanto Nasr chegou uma posição à frente.
Para o piloto da Williams, a corrida praticamente terminou na largada, quando foi tocado por Daniel Ricciardo, da Red Bull, e teve um dos pneus de seu carro furado, os dois tiveram de ir aos boxes imediatamente.
"Meu carro patinou um pouco na largada e o Ricciardo colocou do lado. Eu acabei não vendo ele porque estava um pouco na frente e ele tocou na minha roda dianteira. Na volta pros boxes acabei tomando uma volta até chegar lá e minha corrida já tinha terminado ali", afirmou o brasileiro, que não marca pontos desde o GP da Itália, quando foi ao pódio em terceiro lugar.
"Àquela altura nem fazia mais muito sentido continuar na prova, mas a equipe pediu que eu ficasse até o fim na esperança de ter um safety car. Agora é torcer para que na Rússia as coisas sejam diferentes e tentar voltar a marcar pontos. Foi uma pena porque hoje, não fosse o toque, na pior das hipóteses ei teria chegado em sexto lugar", lamentou o piloto da Williams.
Já Nasr não chegou a ver bandeirada final depois que resolveu abandonar o GP do Japão por conta de um problema no volante de seu Sauber.
"Não sei bem o que aconteceu, mas a corrida até estava indo bem no começo, fiz algumas boas ulltrapassagens e estava com um bom ritmo. Mas depois que eu troquei pelo jogo de pneus mais duros o carro ficou estranho e ficou imprevisível, oscilava muito nas retas", justificou o brasileiro.
"O time até tentou me manter na pista, mas como perdi a sensibilidade no volante estava perigoso de guiar na reta então resolvemos que era melhor abandonar", declarou Nasr.
A próxima etapa do Mundial de F-1 acontece no dia 11 de outubro, em Sochi, na Rússia.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber