Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Hamilton vence no Japão, iguala Senna e dispara no Mundial de F-1

.

Hamilton vence no Japão, iguala Senna e dispara no Mundial de F-1-IMAGEM - GOOGLE www.scoopnest.com
Hamilton vence no Japão, iguala Senna e dispara no Mundial de F-1-IMAGEM - GOOGLE www.scoopnest.com

TATIANA CUNHA
SUZUKA, JAPÃO (FOLHAPRESS) - Depois da vitória em Cingapura, há uma semana, Sebastian Vettel disse que tentaria "fazer do impossível possível" para tentar conquistar o título da F-1 em 2015.
Mas depois de mais uma vitória de ponta a ponta de Lewis Hamilton neste domingo, em Suzuka, o piloto da Ferrari sabe que a missão agora é ainda mais complicada.

Com o triunfo no GP do Japão, Hamilton agora soma 277 pontos. Nico Rosberg, o segundo colocado em Suzuka, tem 229 e Vettel, que conquistou a terceira posição, tem 218 pontos.

Ou seja, para ficar com o título de 2015, o ferraria teria que vencer as cinco etapas que ainda faltam e ainda torcer para que Hamilton não chegue acima da quarta colocação em todas elas -apenas os três ainda têm chances matemáticas de ficarem com a taça neste ano.

"O campeonato só acaba quando acaba. Enquanto houver chance numérica, estamos na disputa. Claro que esta cada vez mais difícil, mas que tipo de piloto seria eu se não acreditasse que posso vencer? Não faria sentido acordar todos os dias para trabalhar", disse Vettel em Suzuka, onde tem um recorde impressionante: foi ao pódio em todas as edições que disputou (quatro vitórias e três terceiras colocações).

"Temos que continuar acreditamos e ainda temos margem para melhorar neste ano. Temos cinco corridas pela frente e a Ferrari já mostrou que está no caminho certo", completou o alemão, único piloto a não guiar um carro da Mercedes a ter vencido corridas neste ano.


Com o triunfo deste domingo, Hamilton chegou à marca de oito vitórias nesta temporada da F-1 e igualou Ayrton Senna em número de primeiras colocações: 41 vezes.

"Igualar o Ayryon num circuito onde sempre assisti ele vencer corridas é especial para mim e não parece real neste momento", disse o piloto inglês.

Com a vitória de Hamilton e a segunda posição de Rosberg em Suzuka a Mercedes chegou a sua oitava dobradinha em 14 corridas disputadas neste Mundial.

"Meu carro estava lindo de guiar e só posso estar agradecido por estar na posição que estou neste momento", completou Hamilton.

Para os pilotos brasileiros na F-1 o GP do Japão foi complicado. Felipe Massa teve o pneu de seu carro furado na primeira volta e chegou apenas em 17º.

Já Felipe Nasr teve de abandonar a prova a quatro voltas do final por conta de um problema no volante de seu Sauber.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber