Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Ponte brilha no primeiro tempo e amplia crise do Fluminense

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Ponte Preta repetiu neste sábado (19) com o Fluminense o que fez no fim de semana passado com o Santos no Moisés Lucarelli. Com três gols logo no primeiro tempo, a equipe do interior paulista venceu por 3 a 1 o duelo da 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.
Borges, Fernando Bob e Marlon (contra) marcaram para os anfitriões e Gustavo Scarpa descontou para os visitantes, que apresentaram futebol pobre na estreia de Eduardo Baptista como treinador.
O resultado foi o terceiro positivo da Ponte Preta, que se afastou de vez da zona de rebaixamento e deixou para trás na classificação o adversário da noite. Com 37 pontos somados, o time de Campinas ultrapassou o Fluminense, com 34, na 12ª colocação.
O tricolor carioca vem de uma sequência muito ruim de resultados, alcançando oito jogos seguidos sem vencer no Brasileiro, dos quais sete foram derrotas. A última vitória foi no dia 16 de agosto, contra o Figueirense. Desde então, o clube somou apenas um ponto e agora já vê de perto a aproximação dos times da metade inferior da tabela, estando apenas a seis pontos do Goiás, 17º e primeiro do descenso.
O JOGO
A Ponte Preta não tardou a sair na frente diante do seu torcedor. Apostando em contra-ataques rápidos, a equipe do interior paulista foi mais perigosa desde o início da partida e abriu o placar com um chute cruzado de Borges aos 7 min.
Apático, o Fluminense mostrou pouco futebol na primeira partida com Eduardo Baptista dirigindo o time do banco de reservas. Apesar de trocar mais passes, o clube carioca não foi efetivo e deu espaços para os contragolpes do rival, que aproveitou os espaços para, aos 24 min, ter um pênalti indiscutível marcado a seu favor após falta de Renato em Diego Oliveira. Na cobrança, Fernando Bob fez 2 a 0 para os anfitriões.
Aproveitando a fragilidade defensiva do adversário, a Ponte ampliou para três gols a vantagem no placar antes do intervalo.
Disposto a reverter o que ocorreu no primeiro tempo, o Fluminense iniciou com tudo a etapa complementar. Gustavo Scarpa chamou a responsabilidade, tabelou com Fred e diminuiu logo no primeiro minuto.
O ímpeto de reação durou mais cinco minutos, durante os quais a Ponte Preta ficou atordoada. Como o placar não foi alterado no período, a equipe de Campinas retomou o controle do jogo. Ronaldinho foi colocado em campo na aos 15 min, mas quase nada fez nos minutos que esteve em campo.

PONTE PRETA
Marcelo Lomba, Rodinei, Fábio Ferreira, Ferron, Juninho; Fernando Bob, Elton, Cristian (Clayson); Felipe Azevedo, Borges (Keno) e Diego Oliveira (Alexandro)
T.: Doriva

FLUMINENSE
Diego Cavalieri, Renato, Gum, Marlon, Léo Pelé; Edson, Douglas (Ronaldinho), Cícero, Gustavo Scarpa (Wellington Paulista); Osvaldo (Marcos Júnior), Fred
T.: Eduardo Baptista

Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Cartões amarelos: Alexandro (P); Douglas, Renato, Fred, Cícero (F)
Gols: Borges (P) aos 7 min do 1º tempo; Fernando Bob (P), aos 26 min do 1º tempo; Marlon (F), contra, aos 40 min do 1º tempo; Gustavo Scarpa (F), a 1 min do 2º tempo

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber