Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Presidente do Vasco diz que rebaixamento é palavra proibida

.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O dia foi de apresentações de Jorge Henrique e Seymour, mas quem roubou a cena foi o presidente do Vasco, Eurico Miranda. Com respostas inspiradas, o mandatário tentou novamente tranquilizar os torcedores do clube. O dirigente proibiu a palavra “rebaixamento” e disse que em caso de nova queda, ele se refugiará na Sibéria, região situada entre a Rússia e o Cazaquistão.
"Palavra rebaixamento aqui é proibida. Se eu achar que vai ser rebaixado, vou ver o lugar mais distante na Sibéria e me transfiro para lá. O que acho é que temos que fazer as coisas que precisam ser feitas. Se não forem feitas, aí sim, pode acontecer", disse Eurico Miranda.
"Você só morre quando morre. Então, nunca é tarde. Enquanto tem sopro, não morreu. Nunca é tarde, não tenho receio. Se eu tivesse receio por ser tarde, já teria feito", completou o presidente do Vasco.
Ignorando o complicado momento vivido pelo clube, Eurico tentou descontrair ao deixar a entrevista. Ele disse que o elenco estava fechado com as novas contratações, mas fez uma piada ao sair da sala de imprensa. "Acabou, mas quem sabe apareça uma novidade, um Cristiano Ronaldo da vida", brincou o mandatário.
O Vasco é o lanterna do Campeonato Brasileiro, com apenas 13 pontos conquistados em 18 jogos. O time acumula marcas negativas como defesa mais vazada e pior ataque da competição. A equipe volta a campo neste sábado (15), quando receberá o Coritiba, no Maracanã.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber