Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Santos vence o Coritiba e se afasta da zona de rebaixamento

.

JOÃO PAULO BENINI
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Jogando na Vila Belmiro diante de 12.657 torcedores, o Santos conseguiu importante vitória sobre o Coritiba por 3 a 0 e ficou mais distante da zona de rebaixamento, seis pontos à frente do Goiás, 17º colocado no Campeonato Brasileiro.

O primeiro gol santista foi marcado por Geuvânio, aos 19 min de jogo. O camisa 11 recebeu na ponta direita, cortou para o meio e bateu firme de pé esquerdo para vencer Wilson e marcar seu terceiro no Brasileiro.
O segundo foi anotado contra pelo lateral Ivan, após troca de passes do Santos pela direita e cruzamento de Lucas Lima para a pequena área. O jogador paranaense tentou o corte antes da bola chegar em Geuvânio e mandou contra a própria meta.

Ricardo Oliveira, artilheiro do campeonato, deu números finais para o duelo. Ele desviou cruzamento de Geuvânio da direita e anotou seu décimo gol no Brasileiro.

Com esse resultado o Santos chega a 20 pontos e assume a 12ª colocação. Já o Coritiba não consegue sair dos 12 pontos e permanece na lanterna do campeonato, sem vencer há oito jogos.

Na próxima rodada, a penúltima do turno, as equipes voltam a campo na quarta-feira (12). Às 19h30, o Coritiba recebe o Palmeiras no Couto Pereira, enquanto o Santos joga novamente na Vila Belmiro, agora contra o Vasco, às 21h.

O JOGO
A partida começou bastante truncada e com as equipes abusando das faltas. Para controlar o jogo e acalmar os ânimos, com apenas 11 min, o árbitro Igor Junior Benevenuto distribuiu três cartões amarelos, um para o Santos e dois para a equipe paranaense.
Com a bola rolando o Santos chegou com perigo pela primeira vez aos 17 min. Lucas Lima lançou Ricardo Oliveira na esquerda, que cruzou para Gabriel na segunda trave. O atacante santista bateu colocado de pé esquerdo e a bola explodiu no travessão.
O Santos conseguiu abrir o placar no ataque seguinte, aos 19 min. Geuvânio recebeu na ponta direita, cortou para o meio e arriscou de pé esquerdo para vencer o goleiro Wilson.
Com dificuldades para chegar à área santista, o Coritiba usou das bolas longas para sua principal arma na etapa inicial, mas sem sucesso.
Lucas Lima, o principal criador do meio campo santista, teve espaço e conseguiu ótimo passe para Gabriel finalizar da entrada da área, aos 35 min. Wilson estava bem colocado e fez a defesa.
A única chance do Coritiba no primeiro tempo aconteceu somente aos 41 min. Rafhael Lucas foi à linha de fundo e cruzou para a pequena área. Evandro tentou o voleio e perdeu ótima oportunidade.
O Santos ampliou aos 43 min. Gabriel tocou para Lucas Lima, que avançou com a bola e rolou para o meio da pequena área. Ivan tentou o corte e mandou contra o próprio gol.
O segundo tempo começou com o Coritiba tentando diminuir a vantagem santista, mas deixando espaços no seu sistema defensivo.
E justamente em um contra-ataque o time paulista conseguiu seu terceiro gol, aos 14 min. Geuvânio recebeu dentro da área, chamou a marcação e rolou para Ricardo Oliveira desviar para o gol e anotar o seu décimo no Brasileiro.
O Coritiba continuou tendo muitas dificuldades para entrar na área santista e passou a arriscar em chutes de média distância, mas sem sucesso.
A única chance paranaense aconteceu já nos acréscimos. Rafhael Lucas recebeu nas costas da zaga e tentou encobrir Vanderlei, mas a bola subiu demais e foi direto pela linha de fundo.

SANTOS
Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique, Zeca; Thiago Maia (Elano), Renato (Paulo Ricardo), Lucas Lima, Geuvânio (Neto Berola), Gabriel e Ricardo Oliveira
T.: Dorival Júnior

CORITIBA
Wilson, Ivan (Juan), Leandro Silva, Rafael Marques, Juninho, João Paulo, Alan Santos (Thiago Galhardo), Ruy, Evandro, Rafhael Lucas e Henrique Almeida (Fabrício)
T.: Ney Franco

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Público/Renda: 2.657 pagantes/R$ 306.585,00
Cartões amarelos: João Paulo, Ruy, Ivan, Juninho (C); Lucas Lima (S)
Gols: Geuvânio (S), aos 19 min do 1º tempo, Ivan (contra), aos 43 min do 1º tempo, Ricardo Oliveira, aos 14 min do 2º tempo

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber