Mais lidas
Esportes

Demian Maia domina promessa do UFC e vence principal luta preliminar

.

GUILHERME SETO, ENVIADO ESPECIAL
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Neste sábado (1º), o brasileiro Demian Maia e o americano Neil Magny protagonizaram a principal luta do card preliminar (que precede os combates mais importantes da noite) do UFC 190, na Arena da Barra, no Rio de Janeiro.
E o brasileiro, que em duas ocasiões anteriores já disputou o cinturão do UFC, mostrou porque seu jiu-jitsu é tão reputado e venceu por finalização a luta da categoria meio-médio.
Diante de uma arena quase totalmente lotada e que o apoiava efusivamente, o já veterano Demian, 37, impôs seu estilo durante toda a luta. Magny, visto como uma promessa em ascensão no MMA após sete vitórias consecutivas, foi dominado pelo brasileiro.
Logo no primeiro assalto, Demian levou Magny ao solo. Por cima durante todo o tempo, o brasileiro conseguiu encaixar socos e cotoveladas na cabeça do adversário, que pouco conseguiu mostrar. Perto do fim do assalto, Demian quase finalizou com uma chave de braço.
No segundo assalto, a tônica foi a mesma: desde os primeiros segundos no solo investida do brasileiro. Impotente, Magny se contorcia para escapar quando Demian encaixou uma chave de pescoço. Estrangulado, o americano não resistiu muito e pediu o fim da luta, para a explosão do público.
Com a vitória, o brasileiro chegou à sua terceira vitória consecutiva, a 21a na carreira, e segue em retomada do ponto alto de sua trajetória.
"Eu luto pelo jiu-jitsu brasileiro", disse Demian no octógono após a luta.




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber