Mais lidas
Esportes

Com Hugo Hoyama como treinador, time feminino ganha prata histórica

.

ITALO NOGUEIRA, ENVIADO ESPECIAL
TORONTO, CANADÁ (FOLHAPRESS) - A equipe feminina de tênis de mesa conquistou nesta terça-feira (21) a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos. O resultado é o melhor do país entre as mulheres.
A conquista ocorreu na primeira participação do ex-tenista de mesa Hugo Hoyama, dono de 15 medalhas em Pan, como treinador no evento continental. Ele comanda o time feminino desde 2013.
Antes do Pan de Toronto, a equipe feminina havia conquistado dois bronzes em Havana-91 e Winnipeg-99. O ouro ficou com a equipe norte-americana, que venceu o confronto por 3 a 0.
As mesa-tenistas Lin Gui, 21, e Caroline Kumahara, 19, choraram após a derrota. Apesar do placar dilatado, os confrontos individuais foram apertados.
"Ainda não tenho dimensão de como é histórico esse resultado. Talvez tenha depois que passar a tristeza da final", disse Kumahara.
Hoyama afirmou que o segundo lugar pode ajudar a trazer apoio para a equipe feminina. "Sempre tínhamos o pensamento de chegar à final. Foi legal. Uma nova história foi escrita no tênis de mesa feminino. Perdemos por detalhes", disse o treinador.
FINAL CHINESA
Metade das competidores da final deste Pan são nascidas na China. Lin Gui chegou ao Brasil aos 12 anos para participar de um intercâmbio esportivo. Decidiu se naturalizar em 2012 por ter poucas chances de chegar à seleção chinesa.
Apontada como uma das promessas do tênis de mesa no Brasil, ela foi campeã sul-americana no ano passado. Gui compôs o time feminino na Olimpíada de Londres-12.
Na equipe americana, Yue Wu e Jiaqi Zheng foram naturalizadas.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber