Mais lidas
Esportes

'Nos roubam, depois nem podemos falar com eles', diz Lucas Lima

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A derrota do Santos para o Grêmio na Vila Belmiro, neste domingo (5), foi marcada por uma polêmica envolvendo o árbitro da partida e o meia Geuvânio.
Aos 28 min do primeiro tempo, quando o jogo ainda estava 1 a 0 para a equipe gaúcha, Geuvânio foi expulso após um lance confuso. O jogador santista estava fora do campo após ser atendido pelos médicos, só que pela regra o juiz deve autorizar a volta do atleta para o campo.
No entanto, Geuvânio voltou, recuperou a bola para o Santos e ia em direção ao gol, quando o árbitro Felipe Gomes da Silva paralisou a partida e mostrou o segundo cartão amarelo para o alvinegro, que consecutivamente foi expulso.
O motivo do vermelho, segundo o árbitro, é que ele não tinha dado a autorização para a volta do meia. O lance gerou revolta nos jogadores e na comissão técnica do Santos.
"O Geuvânio não ia entrar no campo de sacanagem, de bobeira. Os caras vem aqui e roubam nós, depois nem podemos falar com eles", disse Lucas Lima, um dos mais revoltados com a expulsão do companheiro.
O comandante Marcelo Fernandes também não poupou críticas ao fim da partida.
"Árbitros do centro do Brasil, um lugar sem expressão nenhuma no futebol, apitam jogo do Santos. Estou cansado de falar. O Grêmio é um time de jogadores experientes não perde oportunidade. O Roger, treinador do Grêmio, viu o árbitro chamar o Geuvânio e me falou na volta do intervalo. Mas não quero mais falar disso, já fui julgado", concluiu o treinador, que relembrou a vez que foi suspenso no brasileiro por conta de uma expulsão.
O resultado colocou a equipe na zona de rebaixamento, na 17ª colocação, com apenas dez pontos ganhos.
SÚMULA
Um dos diretores do clube do litoral paulista ainda ameaçou Felipe Gomes da Silva, que relatou o caso na súmula pós jogo da CBF.
"Fui informado pelo quarto árbitro, sr. Antônio Rogério Batista do Prado, que ao dirigir-se ao vestiário da equipe do santos fc para entregar a comunicação de penalidades, foi abordado pelo sr. Dagoberto Santos, Superintendente do Santos F.C., com as seguintes palavras: "que lambança que vocês fizeram hein, palhaçada, vou falar com o Sérgio e vou f... com o árbitro". Isso tudo dito aos gritos.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber