Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Único a perder três finais de Copa América, Mascherano fala em 'tortura'

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mascherano passa por uma dor que pode ser descrita como singular. Com a derrota para o Chile neste sábado (4), ele se tornou o único jogador na história a ter perdido três finais de Copa América (2004, 2007 e 2015). Em suas declarações após o jogo, 'el jefecito' ('o chefinho'), como é conhecido, demonstrava seu transtorno.
"Não encontro uma maneira de descrever o que aconteceu. Talvez seja eu [o problema]. Tomara que no futuro a Argentina possa ganhar. Já joguei três finais de Copa América, perdemos as três. Não consigo encontrar uma explicação. Estivemos muito perto em 2004, tanto quanto desta vez", disse após o jogo.
"Uma explicação? É um carma, não sei. Perder é uma tortura, uma tristeza muito grande", afirmou o jogador do Barcelona, em tom de pesar.
Perguntado sobre Messi, ele voltou a falar em um sentimento de tortura.
"Ele está destruído. É uma tortura que temos que levar nos ombros. Não posso acreditar", declarou.
Na Copa América de 2004, o Brasil empatou a partida em 2 a 2 aos 3 minutos dos acréscimos do segundo tempo, com o atacante Adriano. A Argentina perdeu nos pênaltis, com erros de D'Alessandro e Heinze.
Em 2007, mais uma derrota para o Brasil: 3 a 0, com gols de Júlio Baptista, Ayala (contra) e Daniel Alves.
"Hoje não é um dia para pensar no futuro. Perdemos e temos que segurar a saliva", disse Mascherano, repetindo pela terceira vez a palavra que encontrou para definir seu estado de espírito -"mas é uma tortura."




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber