Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Antecessores de Dunga, Felipão e Mano não vão a encontro na CBF

.

MARCEL RIZZO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Fora do país neste momento, os dois treinadores que antecederam Dunga como técnico da seleção brasileira não participarão da reunião do Conselho de Desenvolvimento Estratégico da CBF, na segunda-feira (6).
Luiz Felipe Scolari, campeão mundial em 2002 e que comandou pela última vez a seleção de dezembro de 2013 a julho de 2014, está na China, onde treina o Guangzhou Evergrande.
Já Mano Menezes, que sucedeu Dunga após a Copa-2010 e treinou o Brasil de julho de 2010 a novembro de 2013 está na Europa participando de cursos e aperfeiçoamento de seu trabalho -ele está desempregado. Mano foi demitido da seleção por José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, este último atual presidente da CBF.
O encontro confirmado para segunda-feira, às 11h na sede da CBF, será o primeiro do conselho criado pela entidade para discutir mudanças e soluções para o futebol brasileiro. Na primeira roda de debates estarão ex-treinadores da seleção, diretores da entidade e, claro, a atual comissão técnica, com Dunga.
Já confirmaram presença Carlos Alberto Parreira (campeão do mundo em 1994), Sebastião Lazaroni (treinador na Copa-1990), Vanderlei Luxemburgo (técnico entre 1998 e 2000), Candinho (que comandou o time duas vezes, entre 1999 e 2000, quando era o auxiliar de Vanderlei Luxemburgo) e Zagallo (campeão do mundo em 1970).
São 11 pessoas vivas que treinaram a seleção brasileira.
"Está em cima, conversei com o Gilmar [Rinaldi, atual coordenador de seleções] e pedi a pauta. No domingo vamos tratar de novo, tenho um compromisso e, se conseguir desmarcar, posso ir", disse Emerson Leão, técnico em 2001.
"Acho uma boa iniciativa, discutir o que pode ser mudado", avaliou.
A CBF pretende convidar, para novos debates, ex-jogadores, jornalistas, técnicos estrangeiros e profissionais da ciência e tecnologia do esporte, para diagnosticar problemas de estrutura e renovação de atletas no futebol brasileiro e, claro, propor soluções. Ao final será feito um documento com diretrizes a serem seguidas.
Técnico do Brasil após a Copa-1990, o ex-volante Paulo Roberto Falcão avisou a CBF que estava fora do Brasil, mas ainda não descartou presença no encontro. A CBF não confirmou se Carlos Alberto Silva, com passagem na Olimpíada de 1988, estará presente.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber