Mais lidas
Esportes

Com melhor início desde 2010, Massa vê renovação com Williams bem perto

.

TATIANA CUNHA
SILVERSTONE, REINO UNIDO (FOLHAPRESS) - Sexto colocado no Mundial de Pilotos da F-1 e vindo de um pódio na última etapa do campeonato, a terceira colocação no GP da Áustria, há duas semanas, Felipe Massa vive seu melhor início de temporada desde 2010.
Tendo deixado de marcar pontos em apenas uma das oito etapas já realizadas (Mônaco), Massa soma 62 pontos em 2015 -apenas cinco a menos do que tinha na mesma altura do campeonato de 2010, quando ainda corria na Ferrari.
Naquele campeonato, o brasileiro tinha feito dois pódios e também ficado de fora da zona de pontuação em apenas uma etapa do Mundial.
As boas performances e o fato de sentir-se muito confortável na Williams não o deixam preocupado pelo fato de ainda não ter contrato para o ano que vem. Pelo contrário. De acordo com o brasileiro, a renovação com a equipe é basicamente uma questão de tempo.
"Temos uma data para exercer ou não a opção no meu contrato para o ano que vem e não vejo porque isso não vá acontecer. A equipe sabe que estou feliz aqui, que tenho interesse em continuar e, para ser sincero, não me interessei em falar com nenhum outro time porque estou satisfeito com o que tenho", afirmou Massa em Silverstone, onde no domingo (5) será disputado o GP da Inglaterra, a partir das 9h (de Brasília).
"Acho que o importante é estar feliz e trabalhar num lugar onde te respeitam, onde você se sente feliz e tem tranquilidade para fazer as suas coisas. Não é apenas uma questão de dinheiro e sim o retorno que você recebe de todas as partes da equipe. O lado financeiro não é o mais importante e acredito que vou continuar aqui no ano que vem", completou.
Após oito anos como titular da Ferrari, Massa transferiu-se para a Williams, que vinha em uma péssima fase. Sua chegada, no entanto, foi apenas parte de uma grande reestruturação no time inglês, que fez com que os resultados aparecessem rapidamente.
E vários jejuns que o brasileiro atravessava chegaram ao fim: o de poles no GP da Áustria do ano passado e o de pódios na corrida em Monza, na Itália.
"Estou relaxado e me sinto feliz na Williams. Acho que a principal diferença com a Ferrari é que aqui o que importa são as corridas. A pressão externa é muito menor e todos estão focados em conseguir bons resultados e tentar ser melhor na corrida seguinte. O resto importa menos", afirmou o piloto brasileiro.
"Claro que foi bom ter subido no pódio na última corrida porque é sempre bom ver seu esforço recompensado, mas já estava tranquilo desde o começo do ano. Tinha feito boas corridas antes e espero agora conseguir mais resultados como este. Fomos ao pódio nas duas últimas corridas [Valtteri Bottas foi o terceiro no GP do Canadá] e isso mostra que estamos melhorando".
Massa espera ter melhor sorte no GP da Inglaterra deste ano. Em 2014, envolveu-se em um acidente com Kimi Raikkonen logo depois da largada e teve de abandonar a prova. Seu companheiro de time, Bottas, foi ao pódio no segundo posto -Lewis Hamilton venceu.
"Nosso carro se comportou bem aqui no ano passado e acho que temos tudo para repetir o bom desempenho neste ano também", afirmou Massa.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber