Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

STF recebe processo contra Andrés e 3 dirigentes do Corinthians

.

Andrés é superintendente do Timão e deputado federal (Foto: Rafael Arbex / Estadão Contéudo)
Andrés é superintendente do Timão e deputado federal (Foto: Rafael Arbex / Estadão Contéudo)

O Supremo Tribunal Federal recebeu nesta terça-feira um inquérito sobre possíveis crimes fiscais de três dirigentes e um ex-dirigente do Corinthians. O presidente Roberto de Andrade, o vice André Luiz de Oliveira, o superintendente de futebol Andrés Sanchez e o ex-diretor financeiro Raul Correa da Silva voltarão a ser investigados.

O processo foi encaminhado pelo Ministério Público a pedido da Polícia Federal e investiga dois supostos delitos: crime contra o patrimônio e apropriação indébita previdenciária. O responsável por analisar o caso será o ministro Roberto Barroso. O inquérito chegou ao MPF porque Andrés Sanchez, também deputado federal (PT-SP), possui foro privilegiado. No ano passado, os quatro dirigentes foram inocentados porque o Corinthians pagou R$ 15 milhões à Receita Federal, referentes a impostos sobre pagamentos de prestações de serviço, de funcionários contratados, de terceirizados e de empresas. Na ocasião, Ministério Público Federal acusou os dirigentes de apropriação indébita de tributos entre 2007 e 2010. 

No entanto, o processo focou apenas supostas sonegações cometidas no segundo semestre de 2010 - o restante prescreveu. Andrés e três diretores do clube teriam sonegado R$ 94,1 milhões em impostos. Segundo a acusação do MPF, os valores eram descontados nas folhas salariais de funcionários, mas não repassados aos cofres públicos. A Polícia Federal, porém, solicitou a reabertura da investigação, o que permitiu a retomada do processo. Além de ter pago a dívida de R$ 15 milhões, o Corinthians também parcelou com a Receita toda sua dívida fiscal, que somada chega a R$ 100 milhões. Em agosto do ano passado, o clube pagou uma entrada de R$ 6 milhões e parcelou o débito restante em 15 anos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber