Esportes

Ceni fala em novidades na semana, mas não confirma renovação

Da Redação ·
Sobre o jogo, Rogério elogiou o time e comentou a defesa no fim do jogo, quando garantiu o empate ao defender cobrança de falta de Alex - Foto: Divulgação
Sobre o jogo, Rogério elogiou o time e comentou a defesa no fim do jogo, quando garantiu o empate ao defender cobrança de falta de Alex - Foto: Divulgação

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após o empate do São Paulo em 0 a 0 com o Internacional neste domingo (31), no Beira-Rio, Rogério Ceni falou sobre a possibilidade de estender seu contrato até o fim do ano e não quis cravar a renovação. 

continua após publicidade

O goleiro disse, no entanto, que deve decidir na próxima semana sobre seu futuro. A tendência é que ele aceite o contrato proposto pelo presidente Carlos Miguel Aidar e continue até o fim do ano. Seu contrato atual é válido até o dia 6 de agosto. 

"Devemos decidir nos próximos dias. Temos a chegada do nosso treinador amanhã [segunda (1º)], o Osorio. Depende muito do presidente. Tivemos uma conversa informal apenas. No decorrer da semana devemos ter alguma novidade", declarou o goleiro. 

continua após publicidade

Ceni está com 42 anos, e deve aceitar a renovação porque se julga em boa forma, entre outras razões. Contra o Inter, ele fez duas grandes defesas, em finalizações de Lisandro Lopez e Alex. Já tinha evitado uma goleada na derrota de 1 a 0 para a Ponte Preta e defendido dois pênaltis na decisão que eliminou o time da Libertadores para o Cruzeiro. 

Logo após a eliminação na competição continental, o goleiro afirmou que iria cumprir seu contrato até a data combinada com o presidente da equipe paulista.  "A princípio vou cumprir meu contrato que vai até o dia 6 de agosto", disse o goleiro. 

Com um dos maiores salários do elenco atual, o goleiro ainda ressaltou que no momento dinheiro não é um problema para ele.  "Eu nunca pedi luvas, não foi oferecido luva. A questão financeira para mim não é um problema", afirmou Ceni. 

continua após publicidade

Sobre o jogo, Rogério elogiou o time e comentou a defesa no fim do jogo, quando garantiu o empate ao defender cobrança de falta de Alex. 

"Consegui fazer uma boa defesa na cobrança de falta do Alex, já no final da partida quando o Inter pressionou, mas o jogo no geral foi equilibrado. Nós tivemos mais oportunidades no primeiro tempo, e eles no segundo. Tentamos aproveitar, pois o Inter está na Libertadores e conciliando as duas competições, mas infelizmente não traduzimos em gols. Não foi um resultado ruim, porque jogar em Porto Alegre é sempre difícil", completou.