Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Esportes

Após vencer câncer e salvar clube, jogador é dispensado do Newcastle

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quase uma semana após salvar o Newcastle do rebaixamento, o jogador argentino Jonas Gutiérrez foi dispensado da equipe nesta sexta-feira (29). Seu contrato acabou no fim da temporada.
O meia, que, no último domingo (24), colaborou para a vitória da equipe em partida contra o West Ham - com uma assistência e uma finalização -, tinha voltado a defender a camisa do time inglês após receber alta médica de tratamento para tratar de um câncer no testículo.
Em sua conta no Twitter, Gutiérrez expressou sua insatisfação. "Duas coisas que aprendi com minha doença: como você pode apoiar um jogador (fãs do Newcastle) e como você deixar um jogador sozinho (dono do Newcastle)", escreveu, em referência a Mike Ashley, dono da equipe.
SETE ANOS
Gutiérrez jogava pelo Newcastle desde 2008, quando deixou o espanhol Mallorca. Foram 12 gols em 205 partidas.
Além dele, o jogador Ryan Taylor também não teve o contrato renovado.
Em seu site oficial, a equipe agradeceu a performance dos dois jogadores, e os parabenizou por darem "esperança e inspiração" aos torcedores.
"O Ryan e o Jonas contribuíram significativamente para o Newcastle United durante muitos anos, e, em nome da equipe, gostaria de registrar nosso sincero obrigado a ambos pelo excelente serviço prestado ao clube", declarou o diretor da equipe, Lee Charnley.
A LUTA
A luta de Gutiérrez contra o câncer teve início em 2013. Em maio daquele ano, após um choque contra o lateral Sagna, do Arsenal, o argentino passou dias com dor no testículo esquerdo.
Com a continuidade da dor, realizou um ultrassom, que detectou o tumor.
Para a operação, retornou à sua terra natal e teve o testículo retirado. Após a operação, começou o tratamento para voltar a jogar.
No retorno a Newcastle, ficou magoado com o clube que defendia há cinco anos. Estava tentando readquirir a forma física após uma doença delicada, e o técnico Alan Pardew o avisou que não estava nos planos.
Poderia procurar outro clube.
Gutiérrez chegou a ser emprestado ao Norwich, da segunda divisão. Contundiu-se e acabou jogando pouco. Quando o campeonato acabou, saiu de férias.
Em julho de 2014, estava pronto para viajar novamente para a Europa após passar algumas semanas em Las Vegas, quando sentiu dor no fígado. Alarmado, voltou ao médico, que constatou o aparecimento de nódulos. Avisou ao Newcastle que não poderia voltar, pois precisava de quimioterapia.
"Uma das coisas mais difíceis foi ver meu cabelo cair. Aconselharam que eu cortasse para diminuir o impacto. Mas eu não queria fazer isso. Depois percebi que esse era o menor dos problemas.", disse, em entrevista à Folha, em outubro.
No início de novembro, uma boa notícia. Foi no Twitter que ele anunciou o recebimento da alta médica. Ele aproveitou para agradecer a todos os que o apoiaram durante o longo tratamento.
"Hoje me deram alta médica. Muito obrigado aos que me acompanharam neste momento, especialmente meus pais, meus irmãos, minha madrinha e Alejandra Maglietti [sua noiva]", escreveu.
Após a alta, Gutiérrez retornou ao Newcastle como capitão da equipe sub-21, em partida contra o West Ham, em dezembro. O time venceu por 4 a 1.
Pelo Newcastle, o argentino retornou oficialmente aos gramados em março deste ano, em partida contra o Manchester United.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber