Mais lidas
Esportes

Eliminação de favoritos decepciona público na Barra

.

ÉDER FANTONI, ENVIADO ESPECIAL
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A etapa do Rio do Mundial de surfe não tem mais nem o maior campeão da modalidade, Kelly Slater, nem o atual detentor do título, Gabriel Medina, e nem o líder do ranking de 2015, Mineirinho.
Ambos foram surpreendidos por novatos na terceira rodada, nesta sexta-feira (15), e estão eliminados.
As derrotas decepcionaram os fãs que compareceram em peso à praia da Barra da Tijuca.
O pico da movimentação aconteceu entre 12h30 e 13h30, exatamente quando Medina competia. O surfista teve que contar com vários seguranças para entrar e sair do mar devido ao forte assédio das pessoas.
Cerca de 30 minutos depois da eliminação do atual campeão mundial, porém, a movimentação foi diminuindo aos poucos.
"Os melhores já saíram. Desanimou um pouco, sim. Eu estava torcendo muito pelo Medina se recuperar na temporada e para o Mineirinho continuar bem como estava", disse o estudante Fabio Gonçalves, 20.
"É uma pena. Queria ver uma final brasileira. Acho que vai dar zebra na decisão", afirmou o aposentado Saulo Borges, 68, que deixava a praia da Barra logo após a eliminação de Medina.
Sobrou, então, para Filipe Toledo, 20, dar um alento ao público. Na quarta rodada, ele chegou a receber um dez e avançou para as quartas de final.
"Agora a nossa torcida é toda para o Filipinho. Ele está surfando muito, parece até que cresceu aqui", disse a administradora Letícia Soares, 38.
Mineirinho perdeu para o neozelandês Ricardo Christie, 26, que está em sua primeira temporada no Mundial. O brasileiro acabou derrotado por 16,57 a 13,90.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber