Esportes

Vettel vence GP da Malásia; Massa é o sexto

Da Redação ·
Vettel vence em Cingapura e passa Senna no número de vitórias na F-1  (Foto: AFP/Arquivo/imagem ilustrativa)
Vettel vence em Cingapura e passa Senna no número de vitórias na F-1 (Foto: AFP/Arquivo/imagem ilustrativa)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Largando em segundo lugar, Sebastian Vettel, da Ferrari, venceu neste domingo (29) o Grande Prêmio da Malásia de F-1. A última vitória do piloto alemão havia sido no GP do Brasil, em 2013, pela Red Bull. A equipe italiana também tinha visto sua última vitória na mesma temporada, no GP da Espanha, vencido por Fernando Alonso. 

continua após publicidade


Vettel assumiu a vice-liderança no Mundial de pilotos, com 40 pontos, três a menos do que Hamilton, da Mercedes. Nico Rosberg, também da Mercedes, aparece em terceiro, com 33 pontos. Felipe Massa, da Williams, é o quarto, com 20.


Na largada, Vettel tentou atacar Hamilton, que largou na pole. O inglês conseguiu se distanciar e Vettel quase perdeu a posição para Rosberg, mas soube defender o lugar. Com a entrada do Safety Car na quarta volta, após Marcus Ericsson, da Sauber, sair da pista, Vettel ficou na frente. A Ferrari foi melhor na estratégia para as trocas de pneus, garantindo a vitória da equipe. 

continua após publicidade


Felipe Massa largou em sétimo e foi agressivo para ganhar logo duas posições. O brasileiro manteve o quinto lugar até a penúltima volta, quando começou a ser pressionado pelo companheiro de equipe Valtteri Bottas. Massa se defendia bem, mas acabou perdendo a posição em uma das curvas e terminou em sexto.
Felipe Nasr, da Sauber, também começou bem, saindo de 16º para 14º em duas voltas. Em uma disputa com Kimi Raikonnen na terceira volta, o brasileiro danificou o bico do carro e precisou ir para os boxes, perdendo diversas posições. Após um final de semanas com problemas, Nasr esperava ao menos pontuar, mas terminou em 12º. Raikkonen, da Ferrari, foi o quarto. 


A McLaren não terminou a prova, já que seus dois pilotos, Fernando Alonso e Jenson Button, abandonaram.
A próxima etapa da F-1 será o GP da China, no dia 12 de abril. A prova será disputada no circuito de Xangai.