Mais lidas
Esportes

Lais Souza se irrita com rótulo de 'atleta gay' e diz que voltará a andar

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A ex-ginasta Lais Souza, que sofreu um acidente graveem janeiro de 2014 e perdeu parte dos movimento, afirmou que voltará a andar. Em entrevista à revista "Glamour", ela, que hoje usa cadeira de rodas, disse que foca sua recuperação em "minivitórias" e se mostrou incomodada com o que chamou de "rótulos" criados para ela.
Lais se acidentou no dia 27 de janeiro de 2014, esquiando, quando se preparava para competir nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, que foram disputados em Sochi, na Rússia.
"E assim a vida seguiu: foram seis meses de hospital, entre crises de choro e de revolta. Me perguntava por que Deus não tinha me deixado o movimento de pelo menos um dedinho... Resolvi me focar nas minivitórias. A primeira foi respirar sem aparelhos. Como o impacto na medula tinha feito meu diafragma parar de funcionar, tive que fortalecê-lo. Por isso, eu cantava Ana Carolina o dia inteiro no hospital... Tatuei no meu punho um cadeirante se levantando - símbolo do Miami Project e que sou eu! Tenho certeza de que vou voltar a andar", afirmou à "Glamour".
A ex-ginasta comentou as repercussões sobre uma declaração sua dada em fevereiro, em entrevista à revista "TPM". Na época, ele anunciou ser homossexual.
"Hoje estou solteira. Mas o sexo é normal: posso beijar, transar e amar da mesma forma. Acontece que esse assunto me chateia. Desde que sofri o acidente, ganhei muitos rótulos. Primeiro, era a atleta acidentada. Depois, a atleta paraplégica. Agora, sou a atleta gay. Eu sou "só" a Lais Souza! Por que minha opção sexual tem que ser manchete?! Quebrei o pescoço, poxa! A gente precisa de manchetes pra isso, pra que cada vez existam mais pesquisas que me tirem da porcaria dessa cadeira!", afirmou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber